Steve Ballmer reconhece que o Windows Mobile 6.5 é apenas um “tampão”

Steve Ballmer e Windows MobileQuando eu falo que a maior concorrente da Microsoft é ela mesma, ninguém acredita: o Windows Mobile 6.5 foi anunciado no mês passado, só estará disponível no final do ano e, depois de insistir em dizer que não está preocupado com o iPhone, o CEO da empresa, Steve Ballmer, agora afirma que o update “não é significante” e admite que ele é “inferior a outros smartphones”.

Publicidade

Isto é, estamos no começo de 2009, a Microsoft está trabalhando num “tampão” até o final deste ano e, quem quiser algo decente vindo de Redmond terá mesmo que esperar pelo menos até 2010, quando vier a sua versão 7? Veja só o que o próprio Ballmer disse ontem numa sessão de perguntas e respostas do setor público de CIOs:

“Temos um lançamento significante vindo este ano, não tão completo como queríamos ter este ano, mas ainda assim significante, com o Windows Mobile 6.5. Ainda não ofereceremos algumas coisas que as pessoas querem em telefones topo de linha. Essas virão no Windows Mobile 7, no ano que vem. […] Há oportunidades de acelerarmos a nossa execução nessa área, por isso trabalhamos muito pela certeza de termos um time que poderá acelerá-la.”

Publicidade

Ainda segundo ele, a Microsoft colocou o WinMo em mais aparelhos durante o ano de 2008 do que a Apple vendeu iPhones, ainda que a Research In Motion tenha ficado à sua frente com os BlackBerries. “O Google nem sequer pode ser visto ainda, com exceção do Vale do Silício, tenho certeza”, concluiu Ballmer.

Em outras palavras, meus caros, só pensem — porque daqui pra lá muito pode mudar, e nem as metas atuais da Microsoft poderão ser cumpridas, vai saber — em adquirir um smartphone com o Windows Mobile a partir do meio do ano que vem. Aliás, quem viu/mexeu em um recentemente por aí? Eu já esqueci da minha última vez.

Posts relacionados

Comentários