O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Depois da compra da Pure Digital, Cisco é vista como potencial concorrente da Apple

Uma aquisição realizada pela Cisco esta semana abriu a discussão: seria a Apple uma futura concorrente para a companhia? A empresa comprada pela gigante — num negócio de US$590 milhões — foi a Pure Digital Technologies, fabricante do Flip Video Camcorder (aka FlipCam), mini-filmadora bastante popular capaz de gravar filmes em HD (alta definição).

Publicidade

Pure Flip Video Camcorders

O curioso é que tais produtos existem hoje porque estamos numa fase de transição; é evidente que tais tecnologias, dentro de alguns anos, serão totalmente integradas a smartphones. Daí, questiona-se: estaria a Cisco interessada num smartphone próprio? Não creio, apesar de que ela tem, de fato, diversificado muito o seu mercado recentemente, atuando hoje em dia com datacenters e até sistemas de telepresença.

A estratégia da Cisco com a aquisição é entrar no mundo de vídeos domésticos da internet. De acordo com Ned Hooper, vice-presidente sênior de desenvolvimento corporativo da Cisco, “a compra levará o negócio de consumidores da Cisco um nível acima, à medida que a empresa desenvolve novas capacidades de vídeo e aponta para a próxima geração de experiências em entretenimento e comunicações.”

Publicidade

No pacote, a Cisco também leva o FlipShare, software proprietário da Pure Digital bem simples de se utilizar que permite a usuários organizarem e editarem seus vídeos, e depois enviá-los instantaneamente para sites de compartilhamento online como YouTube, MySpace, entre outros.

Ainda que possa-se pensar que a Cisco lançaria um novo produto conectando conteúdos de áudio e vídeo a um sistema de entretenimento doméstico — um potencial concorrente à Apple TV —, como uma empresa voltada ao mercado corporativo, parece-me muito mais seguro dizer que a sua ideia é estimular a comunicação em vídeo no mercado, sem sequer considerar a firma de Cupertino como concorrente.

Um passarinho resumiu bem a história para mim: a Cisco quer gerar mais tráfego em vídeo — o que, no fundo, requer mais equipamentos de rede, datacenters e todo o resto com o qual ela está envolvida. Nesse aspecto, sim, Cisco e Apple são muito parecidas: ambas são firmas de hardware que exploram softwares para estimular a venda de produtos físicos. É uma boa estratégia.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Carioca de 14 anos cria ferramentas de iPhone para facilitar a vida de corajosos "n00bs"

Próximo Artigo

Audiosurf poderá ganhar versão para o iPhone

Posts Relacionados