Montando o quebra-cabeça: estaria a Apple preparando seus próprios chips?

Crédito: Gizmodo.
Crédito: Gizmodo.
Crédito: Gizmodo.

Pessoas que levam software a sério de verdade deveriam fabricar seu próprio hardware.

Uso esta citação de Alan Kay para introduzir o post, pois acho que tem tudo a ver com o que o Wall Street Journal compilou recentemente, sobre as contratações que a Apple andou fazendo.

Publicidade

Primeiro, foi a P.A. Semi. Depois, Papermaster, da IBM. Agora há pouco, seguindo os passos de Bob Drebin, Koduri, da AMD. E não para por aí: haveria ainda vagas para pessoas relacionadas ao desenvolvimento de chips, sendo que uma das funções seria “testar a precisão funcional de silício desenvolvido pela Apple”, sem falar em conversas com os “futuros desempregados” da companhia de chips Spansion, que ocorreram durante uma feira de empregos.

Tal estratégia da empresa de Cupertino pode significar a quebra de um paradigma que tem sido até hoje lugar-comum entre as companhias de eletrônicos: desenhar o produto e terceirizar o fornecimento de componentes e a montagem. Fugir deste modelo tornaria as tecnologias da Apple mais exclusivas ainda — principalmente porque os chips usados no iPhone possuem recursos sob medida criados em Cupertino, mas que poderiam vazar para concorrentes que usem componentes da Samsung. O que pode surgir a partir da união destes fatores, só o tempo dirá.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…