O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Brasil já tem 25,5 milhões de internautas residenciais, que navegam em média 26 horas por mês

O IBOPE Nielsen Online divulgou hoje uma pesquisa atualizada sobre o crescimento do uso de internet no Brasil e adoção de conexões em banda larga. Em março de 2009, o número de usuários ativos da internet residencial brasileira chegou a 25,5 milhões, o que representa um crescimento de 2,6% sobre o mês de fevereiro de 2009 e de 12% sobre março de 2008. Pessoas que moram em residências em que há computador com internet somaram 38,2 milhões.

Publicidade

Pesquisa do IBOPE - março de 2009

Considerando os brasileiros de 16 anos ou mais de idade com posse de telefone fixo ou móvel, o IBOPE projeta a existência de 62,3 milhões de pessoas com acesso à internet em qualquer ambiente — residências, trabalho, escolas, lan houses, bibliotecas, telecentros, etc.

Pesquisa do IBOPE - março de 2009

“A substituição da linha discada pela banda larga vem sendo a principal responsável pelo aumento do uso da internet em residências no início de 2009”, explicou José Calazans, analista de mídia do IBOPE Nielsen Online. Navegaram por meio de banda larga em março 88% dos usuários ativos, ou 22,3 milhões de pessoas, crescimento de 7,7% sobre fevereiro de 2009 e de 22% sobre março de 2008. A quantidade de pessoas que se conectam com linha discada, que se mantinha em torno de 4 milhões por mês nos últimos dois anos, caiu para 3,2 milhões em março.

Publicidade

O tempo de navegação por pessoa atingiu a marca inédita de 26 horas e 15 minutos, crescimento de 18% no mês e de 10% em relação a março de 2008. Os países que mais se aproximaram do Brasil em tempo individual de navegação foram o Reino Unido, com 25 horas, a França, com 24 horas, e a Alemanha, com 23 horas e 53 minutos por pessoa. Em março, o internauta brasileiro com linha discada navegou por um tempo de 17 horas e 11 minutos e o usuário de banda larga somou 27 horas e 28 minutos de navegação.

Pesquisa do IBOPE - março de 2009

As categorias com maior crescimento no mês de março foram Ocasiões Especiais, com aumento de 35%, Governo, com 19%, Automóveis, com 16%, além de Casa e Moda, Finanças e Investimentos e Educação e Carreiras, que registraram 15% de crescimento mensal. Também cresceu a procura por sites de esportes, de pesquisa escolar e de vídeos.

Publicidade

Na comparação com março de 2008, cresceram mais as categorias Informações Corporativas, com evolução de 33%, Viagens e Turismo, com 28%, e Comércio Eletrônico, com 21%.

[Valeu, KB!]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Apple disponibiliza Xserve LOM Firmware Update 1.2

Próximo Artigo

Media+ atualiza app Datas Comemorativas para a versão 2.0

Posts Relacionados