O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Desenvolvedor do iCombat analisa pirataria na iPhone App Store

Ícone do iCombatO desenvolvedor do jogo iCombat para iPhones/iPods touch publicou nesta sexta-feira um artigo sobre suas experiências e conclusões sobre pirataria na App Store.

Publicidade

Visando a combater a distribuição ilegal do seu produto, ele foi mais um que decidiu instalar um sistema no game que identifica se ele for crackeado e, em caso positivo, mostra uma janela popup com uma mensagem depois de o jogador passar por cinco fases (de um total de 20). Um botão redireciona a pessoa a uma página escondida, intitulada “Você Roubou Meu App“, que diz:

Olá. Se você chegou a esta página é porque nós detectamos que você tem uma cópia pirateada. Apesar da nossa satisfação pelo seu interesse, por favor entenda que nós queremos continuar tornando-o melhor, mas para isso precisamos que as pessoas paguem por cada cópia. Se você quiser continuar usando, por favor compre-o hoje.

A análise dos caras indicou que os piratas costumam ser bastante early adopters e que não há uma cultura de troca de informações entre eles. A comunidade em geral é menor do que o esperado, mas muito ativa.

Vendas do iCombat

Segundo o desenvolvedor, pirataria não é um grande problema em apps com um volume de downloads muito grande. Bloqueá-los não vale a pena, o melhor é que você consiga convencê-los a comprar o seu produto com uma versão mais básica e gratuita (aka Lite).

Publicidade

O mais interessante talvez seja a conclusão de que o fato de alguém piratear um aplicativo/jogo não quer dizer que o desenvolvedor esteja perdendo dinheiro, visto que muitos dos piratas não têm intenção alguma de gastar dinheiro com aquilo. Ou seja, o dinheiro não seria gerado de jeito nenhum; se o título não pode ser pirateado, tais pessoas simplesmente o ignoram.

[Via: iPhone Dev SDK Forum.]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Dica: faça as teclas Home e End funcionarem no Mac OS X como no Windows

Próximo Artigo

Apple é campeã em uma das categorias do Webby Awards 2009

Posts Relacionados