Microsoft ataca iTunes + iPod com o Zune Pass

E a Microsoft usa publicidade mais uma vez pra atacar a Apple: desta vez, não é um comercial veiculado na televisão, mas sim um site inteiro criado para demonstrar os benefícios do Zune Pass.

Publicidade

O site mostra como o serviço de aluguel de músicas da Microsoft é superior à iTunes Store e seu modelo de compras de faixas. Nele, Wes Moss, um famoso planejador financeiro certificado, explica como o iTunes “custa muito” enquanto o Zune Pass “custa pouco”. Veja só:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=N_ExogURaeI[/youtube]

Wess demonstra que, para encher um iPod de 120GB pela iTunes Store, o usuário gastaria aproximadamente US$30 mil. Já com o modelo de aluguel do Zune Pass, a mesma pessoa pagaria apenas US$15/mês. Em uma economia em crise, um argumento desses pode até ser convincente para alguns. Pena que ele não explica muito bem como a coisa em si funciona.

Calculadora do Zune Pass

Com o Zune Pass, o usuário tem direito a baixar um número ilimitado de faixas pagando apenas US$15/mês (que tocam apenas no Zune). Porém, o usuário só tem direito a ficar com 10 faixas/mês caso deixe de pagar pelo aluguel — todas as outras várias músicas baixadas são perdidas. Não sei quanto a você, mas aluguel para mim só serve para filme: você assiste uma vez e nunca mais!

Publicidade

Assim como nos comerciais da série Laptop Hunters, a Microsoft bate apenas na tecla do preço e esquece de mostrar no que os seus serviços e softwares são realmente superiores aos da Apple. Por que não mostrar como o Zune Software 3.0 e o Zune Market Place são bacanas? Não sei, não… e você, o que acha?

[Via: Dica do Alexander Novarro e do Guilherme Cherman, muito obrigado!]

Posts relacionados

Comentários