O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iPhone OS 3.0 atualizará base dados anti-phishing de iPhones e iPods touch por meio do iTunes 8.2

Em meio aos nossos artigos sobre as novidades do iPhone OS 3.0, faltou detalhar melhor uma novidade que chegou a ser comentada por Scott Forstall na sua apresentação realizada em março. Trata-se da adição de informações anti-phishing ao Mobile Safari, que alertará o usuário com uma página de alerta sempre que ele tentar entrar em um site que o sistema suspeite ser fraudulento, oferecendo a possibilidade de te levar para longe dali ou mesmo ignorar o aviso, caso seja um alarme falso.

Publicidade

Proteção contra Phishing no Safari do iPhone OS 3.0

O alerta é bem semelhante ao produzido pelo Safari no desktop, em suas versões 3 e 4. Não obstante, ele utilizam a mesma base de dados para proteger o usuário, fornecida pelo Google, e de fato funciona muito bem, como podem ver no exemplo acima. Abaixo, vocês podem ver o mesmo alerta reproduzido no Safari 4, comparado ao do iPhone OS 3.0:

Proteção contra Phishing no Safari 4

Proteção contra Phishing no Safari do iPhone OS 3.0

A base de dados é atualizada sempre que o usuário sincroniza seu iPhone/iPod touch rodando o iPhone OS 3.0 em um Mac ou PC com o iTunes 8.2 instalado. Durante o processo, o aplicativo informa ao usuário que está se conectando à internet para fazer o download de uma nova base de dados para proteger o usuário contra ameaças de phishing, e esta é enviada automaticamente para o aparelho. A screenshot a seguir, registrada pelo Chrys, mostra essa sincronização de dados ocorrendo no iTunes 8.2 para Mac OS X:

Sincronização de um iPhone no iTunes 8.2

Conforme mencionamos aqui, a proteção contra phishing poderá ser desativada nas preferências do Mobile Safari, acessíveis pelo ícone Ajustes na sua tela inicial — o que, evidentemente, não é recomendado.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Hex Territory em português chega à iPhone App Store brasileira

Próximo Artigo

Napster ressurge das cinzas com modelo de assinatura por US$5 mensais

Posts Relacionados