O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Halex bodejando: iPod OS (?) e músicas

(Este post não é produtivo: quem estiver sem tempo, pode ignorá-lo. Quero apenas compartilhar uns pensamentos…)

Publicidade
  • Estou P da vida com o Flash! Sério: eu vou ver um vídeo no YouTube, minha CPU quase frita; o mesmíssimo vídeo no Quick Look (coisa feia, eu sei), e ela nem sua. Não é à toa que a Apple não quer que esse resource hog entre no iPhone OS: ô coisinha nefasta, esse “padrão”!
  • Eu quero saber quem foi o gênio que fez a interface do Videos, no iPod touch, ser necessariamente vertical. Hello-oh! Se ela força a reprodução dos vídeos na horizontal (ao contrário da função Music, que reproduz vídeos também na vertical), por que não a lista de vídeos também poder aparecer na horizontal? Quando eu quero ver uma sequência de vídeos curtos, tenho que ficar virando o iPod pra lá e pra cá. Meh.
  • Já que estou falando em orientações, por que não permitir que o Cover Flow sirva de jukebox? Sinceramente, ser forçado a usar o Cover Flow sempre como se eu ouvisse só um álbum de cada vez é estúpido! Ele deveria respeitar a seleção da minha biblioteca: se eu estou vendo todas as músicas, funcione com todas as músicas; se estou em álbuns, funcione como é hoje; se estou vendo artistas, que agrupe os artistas. Tipo, como um certo programa, super obscuro e desconhecido, ao qual a Apple quase não tem acesso, chamado iTunes: cadê a coerência? O Cover Flow foi minha maior decepção, depois que comprei o touchy (não que eu me arrependa, mas as funções Cover Flow & shuffle não poderem coexistir foi massacrante).

iPod touch

  • Já que falei nele, por que cargas d’água não existe no iPhone OS o maravilhoso acelerador alfabético que há no Cover Flow de iPods com Click Wheel mais recentes? Tipo, deslizar dois dedos poderia acionar o índice, sei lá…
  • E por que não colocar uma interface à la Front Row? Seria no mínimo sexy, poder ouvir músicas com o iPod/iPhone na sua mesa, exibindo a interface do Front Row, que é linda. Tudo bem, “adeus, bateria”, mas existem apps vampirescos e nem assim são desprezados. E a Apple é dona do Front Row, não vejo por que não seria possível.
  • Atualmente sofro de uma dependência irrecuperável da função shuffle turbinada conhecida como iTunes DJ (antigo Party Shuffle): quando a veremos nos iPods, hein?
  • Quando é que Cupertino vai perceber que seria super show usar um iPod touch/iPhone como mini-display secundário sensível ao toque? Tudo bem, mataram o suporte plástico do touch 1G (eu AMO esse suporte, com toda a minha força!), mas seria excelente poder fazer isso enquanto ele recarrega/sincroniza — ou a toda hora. Será que a vida útil da tela é pouca assim, que não seria prático fazer isso? Ou o dock não serve para troca de informações de forma ágil o bastante? Eu já deixo o iTunes eternamente no Space 2, meu sonho era poder deixá-lo funcionando (e sendo controlado, hehe) no touchy (ou em qualquer display secundário). Imagina os widgets informativos (clima, ações…) aparecendo nele, enquanto recarrega! Isso sem falar no que a Adobe poderia fazer com ferramentas e swatches
  • Compartilhamento de internet via dock, para o iPod touch. Am I asking for the stars, here? Se o iPhone OS 3.0 vai trazer tethering via Bluetooth e USB, espero que o caminho inverso funcione pros iPods. (Ou até que um touch sirva prum PC usar a antena Wi-Fi dele!) Tudo faz parte de uma conspiração para vender AirPorts, eu sei, mas ainda acho que os dispositivos com iPhone OS deveriam ter opção wired de conexão.
  • De repente, o incômodo que eu sentia com os meus fones da Apple faz sentido
  • Alguém me explica por que as gravadoras ainda vivem no século XIX: com os torrents correndo soltos, elas acham que vender CDs a R$50 é o que vai salvar a indústria musical? Burrice pega?
  • Sabe o que eu percebi? A economia de micropagamentos (coff! *App Store!* coff!) aprendeu com os pedintes de rua: um pouquinho várias vezes funciona tanto quanto uma bolada de vez em quando. Os mendigos sabem disso há milênios e a indústria só aprendeu no fim do século XX/começo do XXI. (Mas a Microsoft e os selos musicais no Brasil, não.)

Cuidado: mais bodejos, antes do próximo eclipse total do Sol em Sobral… 😡 Se quiser bodejar também, os comentários tão aí pra isso! 😉

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Aos desenvolvedores de aplicativos para iPhone OS: aprendendo OpenGL ES para design de jogos e aplicativos ricos em mídia

Próximo Artigo

Mozilla Labs anuncia Jetpack, próxima geração de add-ons para o Firefox

Posts Relacionados