O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Virgin America é a primeira a oferecer Wi-Fi em todos os seus voos

Blogueiros e jornalistas norte-americanos foram convidados pela Virgin America para testar o serviço há alguns meses.

A Virgin America anunciou na manhã de hoje que acaba de se tornar a primeira companhia aérea do mundo a oferecer conexões Wi-Fi em todos os seus voos, contemplando também a partir de agora, portanto, passageiros em trânsito por Boston, Los Angeles, Las Vegas, San Diego, San Francisco e Washington, DC, nos Estados Unidos.

Publicidade

Inicialmente, o serviço só cobria voos entre Nova York e San Francisco. Foi aí que o MacMagazine o testou/experimentou com exclusividade em janeiro deste ano, durante a nossa ida à cobertura da Macworld Expo San Francisco 2009, só que o fizemos em um voo da American Airlines. Ambas as companhias, porém, compartilham da mesma fornecedora de tecnologia, a Gogo Inflight Internet.

Blogueiros e jornalistas norte-americanos foram convidados pela Virgin America para testar o serviço há alguns meses.
Blogueiros e jornalistas norte-americanos foram convidados pela Virgin America para testar o serviço há alguns meses.

Usuários podem se conectar via Wi-Fi a partir do momento em que o uso de equipamentos eletrônicos é liberado a bordo, normalmente poucos minutos após a decolagem. Tanto notebooks quanto dispositivos móveis são aceitos, mas o uso de softwares VoIP, como o Skype, é banido. O motivo, explicam eles, é manter a cabine silenciosa e não atrapalhar outras pessoas.

O preço da conexão não costuma variar tanto entre voos e companhias aéreas. Atualmente, donos de iPhones (smartphones/handhelds em geral) pagam US$8 por voo, independente da sua duração. Para laptops, o custo é de US$6 em viagens curtas à noite, US$10 em voos de três horas ou menos durante o dia e US$13 para voos de mais de três horas de duração.

Não se pode esquecer nunca, porém, do lado negativo de internet nos ares. 😉

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Apple Guide voltará para o Mac OS X sob a forma de um projeto de código aberto

Próximo Artigo

Vulnerabilidade crítica na máquina virtual Java do Mac OS X ainda não foi corrigida pela Apple

Posts Relacionados