O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Empresa formada por ex-engenheiros da Apple anuncia falência

Formada por engenheiros que fizeram parte da turma responsável pelo desenvolvimento do primeiro PowerBook G4 Titanium — lançado em 2001 –, a OQO anunciou hoje que está abandonando seus negócios após uma década no mercado. A empresa trabalhava com computadores ultraportáteis — e ponha “ultra” nisso 😛 –, rodando basicamente o sistema operacional da Microsoft.

Publicidade

OQO

Antes de deixar a Apple e fundar uma nova empresa, Jory Bell e Nick Merz propuseram a Steve Jobs modelos diferentes de computadores ultraportáteis para serem fabricados e vendidos como Macs, mas o CEO recusou a proposta, ocasionando desta forma a saída dos dois. Em 2003, durante a Macworld Expo, a Maçã mostrou ao mundo o menor notebook profissional até então, o PowerBook G4 Aluminum de 12 polegadas, enquanto a OQO produziu um “dispositivo” bastante impressionante para a época, que rodava Windows XP com uma CPU Transmeta Crusoe.

A partir daí, ela prosseguiu seu trabalho com computadores baseados nas especificações Microsoft UMPC, rodando Windows XP nas suas edições Media Center, Home e, posteriormente, XP Professional e Vista Business. Em resumo, a companhia não conseguiu manter-se estável no ritmo atual de vendas, o que prova que Jobs estava certo no seu pensamento de que um computador muito básico era impossível de se manter forte no mercado, mesmo se bem produzido.

Em nota, a OQO anunciou que nem sequer será capaz de prestar suporte aos atuais clientes, com um tom de profunda decepção. No entanto, uma declaração feita pelo seu vice-presidente sênior de vendas e marketing, Bob Rosin, mostrou dicas de que as equipes de engenharia e tecnologia poderão continuar juntas, se alguma fabricante maior se interessar por eles no futuro.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Apple publica mais informações sobre a WWDC '09 para participantes, incluindo eventos especiais

Próximo Artigo

Dados da Universidade de Virgínia indicam crescimento do uso de Macs no segmento educacional

Posts Relacionados