Symantec afirma que spams geraram 90% do email circulado na web em abril

De acordo com a Symantec em um dos seus últimos relatórios sobre segurança na internet, 90% do email gerado em toda a internet no mês de abril foi spam. Isso representa um aumento de 5% em relação ao último estudo feito pela empresa, porém não é nada fora do comum, já que ela sempre registrou um valor de emails não autorizados bem acima do normal, especialmente em corporações.

Publicidade

Níveis de Spam em maio

Do total de spams da web, a Symantec reporta que 58% são provenientes de redes ou computadores invadidos que podem ser manipulados para enviar emails não-autorizados em massa — as chamadas botnets. A pior delas — chamada Donbot — cuida da geração de 18,2% de todo o volume de spam da internet.

Máquinas capazes de serem usadas como botnets são facilmente encontradas no mercado negro, mas a firma de segurança alerta que o spam está tomando um novo rumo, no qual usuários podem receber emails que se parecem até com o de empresas legítimas. Outro caso semelhante é de pequenas empresas online legítimas, que são abertas aos montes em países pouco monitorados e adquiridas mais tarde por spammers, que as utilizam para enviar o maior volume possível de spam em redes de provedores locais.

Outra constatação feita por esse estudo é que os sistemas de CAPTCHA estão perdendo sua eficiência em tentar defender serviços online da criação automatizada de contas falsas. Várias empresas estão buscando alternativas para eliminar esse problema, como o uso de múltiplas confirmações ou outros tipos de dados (como imagens) para tentar provar se uma abertura de conta em um serviço online é proveniente de um ser humano ou não.

O relatório completo da Symantec pode ser baixado aqui (PDF, 2,5MB).

Posts relacionados

Comentários