O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Chegada do GM seed do iPhone OS 3.0 mostra que a Apple não cobrará por novos downloads de apps já comprados

Dias antes da abertura da Worldwide Developers Conference 2009, comentamos a possibilidade de a Apple cobrar por novos downloads de aplicativos já comprados no iPhone OS 3.0. Enquanto nossos testes não confirmaram tal afirmação, em vários outros veículos foi possível ver usuários insatisfeitos com tal mudança, mas parece que, com a chegada do GM seed do iPhone OS 3.0, essa mudança foi descartada, e o motivo dela ter aparecido para os usuários está explicado a seguir.

Publicidade

Redownload no iPhone

Basicamente, é uma forma de evitar o compartilhamento não-autorizado de aplicativos entre usuários. Na versão 8.2 do iTunes, distribuída para todos os usuários há alguns dias já com compatibilidade para o iPhone OS 3.0, foi encontrado pelo blog AppAdvice algum tipo de lógica especial capaz de “informar” aos aparelhos quais contas autorizam o computador onde o mesmo obtém aplicativos a executar/sincronizar conteúdo (músicas, apps, etc.).

Publicidade

Dessa forma, quando estiver em seu aparelho e for baixar novamente um item que tenha apagado, você conseguirá fazê-lo de graça, a não ser que nele você faça logout da sua conta iTunes e faça login com outra conta. Quando isso acontece, o usuário ainda é capaz de comprar aplicativos ou fazer redownloads de graça (julgando que sejam aplicativos comprados em outro aparelho ou computar), mas ao transferi-los para o computador por meio de sincronização, essa iniciativa impede que itens provenientes de contas não-autorizadas nele sejam transferidos em conjunto. Ou seja, eles são deletados do aparelho, e se o usuário tentar fazer o redownload deles com a conta autorizada no computador, será forçado a pagar normalmente.

Para simplificar as coisas e encerrar essa história aqui, basta lembrar que se você não vai comprar aplicativos no aparelho com uma conta de outra pessoa não-autorizada em seu computador, nada vai mudar. A iniciativa pouco amigável da Apple de forçar todo mundo a pagar por redownloads não vai ser praticada, então todos podem atualizar para o firmware 3.0 de forma mais tranquila.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Defina "sucesso": AT&T já esgotou seu estoque de pré-venda do iPhone 3G S

Próximo Artigo

Teste de bateria do novo MacBook Pro de 15 polegadas resulta em autonomia superior a oito horas para navegação e música

Posts Relacionados