O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Dados de visitação do MacMagazine, parte II: vamos dar uma olhadinha nos sistemas operacionais? ;-)

Dados: 2009

Ontem à tarde, sem compromisso, resolvi dar uma olhada em nossas estatísticas de visitação via Google Analytics e comecei a comparar a representatividade dos navegadores com anos passados. As descobertas foram incríveis, como vocês todos acompanharam. Atendendo a pedidos, portanto, faremos neste post a mesma coisa, porém agora com sistemas operacionais. 😉

Publicidade

Antes de mais nada, comecemos com o gráfico atual:

Dados: junho de 2009
Dados: junho de 2009

Não se assuste com isso, caro leitor. O Windows ainda aparece em primeiro lugar, sim; os motivos são diversos, afinal, tem muita gente que usa Mac mas é obrigado a acessar o MacMagazine do trabalho, onde usam um PC. Além disso, o interesse na plataforma Apple como um todo é enorme e envolve usuários de todas as plataformas.

Ainda assim, dá pra gente brincar um pouquinho com os números acima: somando os 44,38% do Macintosh com os 3,97% do iPhone e os 0,92% do iPod, chegamos a 49,27% — batendo, portanto, os 48,9% do SO da Microsoft. Quer uma dica do que vem pela frente? 🙂 É a primeira vez que isso acontece em nossa história.

Viajemos um ano atrás:

Dados: junho de 2008
Dados: junho de 2008

É, pessoal, os tempos são outros. Em 2008, os acessos com Windows dominavam as estatísticas do MM, chegando a quase dois terços do total. Considerando que este site é focado em Apple, a representatividade do Mac já era enorme comparada à média mundial: 35,02%. E, naquela época, o Linux ainda sustentava sua terceira posição, com 1,81%.

Mas vamos, então, ao grand finale! Dados de dois anos atrás, que tal? 😉

Dados: junho de 2007
Dados: junho de 2007

Sim, eu também fiquei embasbacado (de novo). 😀 E não, naquela época não nos chamávamos WinMagazine. 😛 A discrepância é tão grande que chega a ser inexplicável. Ao meu ver, essa evolução toda pode ter sido bastante impulsionada pela popularização dos Macs no Brasil, preços mais baixos, parcelamento em 12 vezes em juros e, é claro, o domínio dos laptops, que fazem com que cada vez mais pessoas trabalhem com máquinas próprias em casa ou em ambientes empresariais.

O curioso, também, é olhar pro gráfico acima e não ver qualquer indicação de iPhone ou iPod. Ora, naquela época eles não existiam. Minto: o primeiro iPhone havia chegado ao mercado há apenas dois dias, em 29 de junho de 2007. O touch, por sua vez, só viria a ser anunciado em 5 de setembro daquele ano.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

De graça, até injeção na testa! XLIX

Próximo Artigo

MultiClutch habilita gestos de trackpads multi-touch em qualquer software do Mac OS X

Posts Relacionados