Apple nega recall de iPods nano na Coreia do Sul

Consultada pelo site The Loop, a Apple negou nesta sexta-feira informações que correram durante a semana acerca de um possível recall de iPods nano na Coreia do Sul.

Publicidade

iPod nano 1G queimado

De acordo com um porta-voz da empresa, não houve nenhuma mudança em sua política sobre o assunto, que *não* é restrita à Coreia do Sul. Um artigo de suporte deixa claro que o problema foi reconhecido pela Apple no meio do ano passado, abrindo a possibilidade de baterias de iPods nano de primeira geração superaquecerem. A resolução disso, porém, é feita com uma análise específica de cada caso.

A Apple descobriu que, em alguns raríssimos casos, as baterias do iPods nano (primeira geração) vendidos entre setembro de 2005 e dezembro de 2006 podem se superaquecer e impedir o funcionamento do iPod nano, além de deformá-lo.

A Apple recebeu poucos relatos desse incidente (menos que 0,001%) e esse problema foi relacionado a um único fornecedor de bateria. Não houve relatos de danos graves físicos ou à propriedade. Além disso, não houve qualquer relato desse tipo de incidente relacionado a outros modelos do iPod nano.

Se sua bateria apresentar sinais de superaquecimento, como descoloração ou deformação, pare de usar o iPod nano imediatamente e entre em contato com a AppleCare o mais rápido possível para obter mais assistência.

O produto em questão, evidentemente, já é bastante antigo. A Apple não mais o comercializa oficialmente em nenhum lugar.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…