O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple pode ter sua imagem afetada pelas más condições de fábricas na China

Um número considerável de fábricas responsáveis pela manufatura de produtos Apple na China não apresenta condições satisfatórias de operação, conforme relata a Bloomberg. Tal afirmação pode afetar negativamente a imagem de qualidade da empresa, já que são mencionados casos de descumprimento das leis criadas para proteção dos trabalhadores nessas unidades de produção, bem como acordos ligados ao desenvolvimento sustentável.

Publicidade

Trabalhadores da Apple na China

Apesar de a Apple manter um esquema de auditorias periódicas que determinam se os locais de produção cumprem os padrões impostos em um código de conduta próprio e específico para essa área, os resultados referentes a 2009 (PDF, 3,3MB) não são tão satisfatórios — ou melhor, estão um pouco longe disso. Das 83 fábricas para onde ela envia pedidos, 45 não pagam hora-extra aos funcionários, conforme estabelecido pelas leis competentes. Além disso, 23 delas nem ao menos cumprem o salário mínimo chinês para alguns funcionários.

Responsabilidade social é outro ponto negativo vindo de um estudo feito pela própria Apple, em que são registrados casos diversos de discriminação em 23 fábricas. Além disso, outras 7 são acusadas de manter funcionários menores de idade, 22 não comprem todas as diretrizes de proteção ao meio ambiente e 20% delas possuem mais de um problema relacionado às condições de vida e segurança dos trabalhadores.

Publicidade

Contatada pela Bloomberg, a companhia afirmou que as auditorias nas suas unidades de fornecimento são feitas regularmente desde 2007, e ela busca aprimorar constantemente as condições de trabalho dos funcionários responsáveis por produzir os seus computadores e gadgets. Em resumo, o seu trabalho vai além das supostas obrigações — teoricamente ela não tem a necessidade de exigir tantas mudanças internas nessas localidades —, sugerindo melhorias às empresas locais e orientando trabalhadores a reivindicar mudanças, sem recorrer a manifestações e/ou paralisações.

Más condições de trabalho já forçaram empregados de uma das fornecedoras da Apple a protestar em frente aos seus escritórios na Ásia, exigindo uma posição sobre a sua conduta de qualidade. Esse mesmo fator também pode ser um dos motivos que poderão fazer com que a firma de Cupertino repasse todos os seus pedidos de notebooks da Foxconn para a Quanta, em 2010.

[Via: AppleInsider.]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

My Mac And Me: "Remexe!"

Próximo Artigo

JoinMe para iPhones/iPods touch diz aonde estão os seus amigos

Posts Relacionados