O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Chromium e Google Chrome para Mac começam a mostrar avanços no seu desenvolvimento

Faz pouco mais de um mês que o Google se arriscou a lançar o Chrome em estágio de desenvolvimento para o Mac OS X, buscando incentivar ainda mais o crescimento de uma comunidade de desenvolvimento focada na sua versão para o sistema da Apple. De lá pra cá, o navegador vem mostrando avanços importantes, conforme relata o TechCrunch, e hoje acompanha melhor o que vem sendo implantado na versão para Windows, estando bem diferente do que era quando foi lançado:

Publicidade

Chrome para Mac

Para os que não lembram, abaixo está uma captura que fiz em um dos meus testes na época:

Google Chrome

A interface foi bastante aprimorada nesse período, como você pôde ver na primeira imagem. A área principal da página “New Tab” ganhou controles para cada item, que permitem ao usuário fixar um determinado site permanentemente nesse local (semelhante ao “Top Sites”, do Safari). Da mesma forma, ela também conta com um botão para remover permanentemente um site dessa seção.

Chrome para Mac

Repare também nos controles de visualização, situados no campo superior direito. Com eles, você pode configurar a forma como os sites são exibidos, escolhendo entre lista e as miniaturas em si. Uma animação leve controla a mudança de estado:

Chrome para Mac

Abaixo da seção principal, duas áreas novas exibem um condensado das suas atividades recentes (páginas visitadas, downloads, etc.) e recomendações de uso. Como você pode ver, a segunda novidade ainda não está presente neste build, mas pode-se controlar a exibição delas no menu ilustrado acima.

16-chrome05

Além dessas mudanças visuais, o Chrome também suporta preenchimento automático de senhas, usando o Acesso às Chaves (Keychain Access) do próprio Mac OS X. No entanto, ainda não é possível salvar uma nova senha por meio do browser do Google:

Chrome para Mac

Por fim, ele está bem mais estável do que antes, carregando páginas de forma ainda mais precisa e sem erros de HTML, CSS e JavaScript — ainda não temos plugins, mas isso deverá aparecer em breve. Pelo jeito, a arquitetura de múltiplos processos está funcionando sem problemas, mas ainda não é possível analisá-los direto no browser:

Chrome para Mac

Tudo o que viram anteriormente está disponível na última versão de desenvolvimento do Chrome, que pode ser baixada no site do projeto. Entretanto, lá também está disponível o Chromium, nightly build do navegador do Google atualizado várias vezes por dia, que está muito mais avançado em recursos do que a versão estável, que ganha updates em um espaço de semanas.

Na sua última versão — que já vai ficar obsoleta daqui a algumas horas —, além de tudo que vimos acima, a interface está bem mais acabada em detalhes e pequenas animações, com uma resposta muito mais precisa a comandos do usuário. Os ícones dos sites carregam perfeitamente nas abas, e note que todos os botões da sua interface estão ao alcance do usuário — podendo ser desativados nas preferências:

Chrome para Mac

Caso queira dar ainda mais espaço para o seu conteúdo, já está presente um modo de navegação em tela cheia:

Chrome para Mac

A janela de navegação privada (Incognito) ganhou um novo visual, em azul:

Chrome para Mac

E, nas preferências, é possível escolher outro provedor de busca e personalizar alguns atributos básicos — todos os controles foram implantados, mas a maioria ainda não funciona:

Chrome para Mac

Assim, caso você queira ficar ainda mais próximo das novidades, recomendo que utilize os nightly builds do Chromium. Bugs conhecidos existem, é claro, mas desde que o projeto foi aberto, ele já passou por grandes avanços em desempenho e estabilidade, assim como o próprio Chrome. O único problema é que ele não possui um sistema de atualização automática: caso queira conferir o que há de novo, é preciso ir até o repositório oficial e encontrar a versão mais recente em uma lista com milhares.

[Dica do Guilherme Cherman, obrigado!]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

iBank Mobile integra-se ao iBank para Mac OS X no gerenciamento de finanças em iPhones/iPods touch

Próximo Artigo

Capcom confirma lançamento do Resident Evil 4 para iPhones/iPods touch

Posts Relacionados