O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Destaques e pontos abordados na conferência dos resultados financeiros da Apple para o Q3 de 2009

Durante a conferência de divulgação dos seus resultados no terceiro trimestre fiscal de 2009, a Apple detalhou melhor a sua situação financeira, suas vendas e ainda fez comentários com (e sem) base em perguntas de analistas a respeito de alguns dos seus negócios e produtos. O encontro em questão foi conduzido por Peter Oppenheimer, chefe-executivo de finanças, e Tim Cook, vice-presidente executivo e chefe de operações.

Publicidade

Resultados financeiros do Q3 2009

A seguir vocês conferem, detalhadamente, todos os pontos abordados:

Negócios regionais

  • HOT! Foram contabilizados 1,147 milhão de Macs vendidos nas Américas, que representaram US$3,827 bilhões de lucros durante os últimos três meses. Em relação ao trimestre fiscal anterior, foi registrado um crescimento de 42% em vendas e 9% em lucros, enquanto o crescimento ano após ano foi de 1% e 11%, respectivamente;
  • Na Europa, foram vendidos 626 mil Macs, com pouco mais de US$2 bilhões em lucros. Houve uma queda sequencial de 5% em vendas e 4% em lucros, mas o crescimento em relação aos números do terceiro trimestre fiscal de 2008 foi de 9% e 22%, respectivamente;
  • No Japão, 108 mil Macs foram vendidos e os lucros contabilizaram US$416 milhões. Mais uma leve queda sequencial foi registrada nas vendas (1%) e nos lucros (17%), porém houve um crescimento anual de 6% e 14%, respectivamente;
  • No Pacífico (mais os resultados financeiros da FileMaker) houve lucro de US$592 milhões, com 230 mil Macs vendidos. Em relação ao segundo trimestre fiscal, registrou-se um aumento de 14% em vendas e 2% em lucros. Em relação ao Q3 2008, esses números cresceram 4% e 11%, respectivamente;
  • Produtos e serviços ligados ao segmento musical da Apple renderam US$958 milhões em lucros. Houve uma queda sequencial de 9% — possivelmente influenciada pela introdução de músicas de US$0,70 na iTunes Store —, mas um crescimento de 17% ano após ano;
  • Periféricos e Hardware contabilizaram US$341 milhões em lucros, com queda de 5% em relação ao trimestre anterior e 22% em relação ao terceiro trimestre fiscal de 2009;
  • Software e outros serviços renderam US$528 milhões em lucros. A queda sequencial foi de 16%, mas em relação ao terceiro trimestre fiscal de 2008 houve um crescimento de 5%.

Mac

  • Foram vendidos 849 mil desktops durante o terceiro trimestre fiscal de 2009, que geraram US$1,129 bilhão em lucros. Os números tiveram crescimento sequencial de 4% e 8%, respectivamente, mas caíram 10% e 18% em relação do terceiro trimestre fiscal de 2008;
  • Os portáteis geraram lucros de US$2,2 bilhões, com 1,754 milhão de unidades comercializadas. Em relação ao trimestre anterior, o crescimento foi bastante animador, calculado em 25% para as vendas e 16% para os lucros. Pelo fato de a linha atual da Apple estar com preços menores, o mesmo crescimento não foi registrado em relação ao terceiro trimestre fiscal de 2008, mas ainda assim foi de 13% em vendas e 2% em lucros;
  • A nova linha de desktops acelerou as vendas do trimestre. Já a recente atualização dos notebooks deixou os clientes satisfeitos e as vendas estão indo muito bem, embora as vendas do MacBook Pro de 13″ estejam maiores que a demanda;
  • As vendas para o setor corporativo não passam por um momento favorável, com a crise. Pequenas empresas adiaram compra de equipamentos, enquanto no restante desse mercado caíram 6%;
  • Instituições de ensino superior também foram afetadas pela crise, mas mantêm o regime de compras estável. No entanto, os demais ramos do setor educacional tiveram fortes quedas e aparentam estar optando por máquinas baratas, como o MacBook.

iPhone

  • HOT! Foram vendidos 5,2 milhões de iPhones no terceiro trimestre fiscal de 2009, que contabilizaram lucro de US$1,689 bilhão para a Apple. Em relação ao trimestre anterior, os números cresceram 37% e 11%, mas o crescimento anual em vendas (626%) e lucros (303%) foi assustador, devido à disponibilidade mundial do aparelho e à forte espera pelo iPhone 3G no ano passado;
  • iPhones estão sendo vendidos em 81 países (mais especificamente, em 50 mil estabelecimentos), mas tiveram produção estável no último trimestre;
  • HOT! A resposta dos usuários ao lançamento iPhone 3GS também foi positivamente assustadora: a empresa não está conseguindo suprir a demanda para os 18 países em que ele está disponível no momento, mas está trabalhando para estabilizar isso logo. Além disso, a resposta dos usuários a um iPhone de US$100 foi “mais que positiva”;
  • O novo aparelho deverá ser lançado em 81 países até o final deste trimestre (não era até agosto?);
  • HOT! Cerca de 20% das empresas listadas na Fortune 500 adquiram 10 mil iPhones ou mais. Na setor educacional, 300 instituições estão oferecendo aparelhos aos alunos;
  • A App Store está em 77 países, com mais de 65 mil títulos disponíveis. Cerca de 45 milhões de pessoas já adquiriram aplicativos.

iPod

  • HOT! A Apple vendeu 10,215 milhões de iPods no terceiro trimestre fiscal de 2009, com queda sequencial de 7% e 10%. Uma comparação ano após ano mostra queda semelhante;
  • HOT! As vendas em baixa são atribuídas a dois fatores: redução de inventário e uma queda natural que está sendo sentida em todo o mercado, e que continuará com o tempo. Além disso, é óbvio que o interesse por um “iPod comum” está caindo perante o aumento de interesse pelo iPod touch e também pelo iPhone;
  • HOT! Cerca de 50% das vendas de iPods convencionais (shuffle, nano e classic) corresponderam a novos usuários;
  • Fatia do mercado de MP3 players corresponde a mais de 70% — com ganhos significativos em todos países em que é vendido;
  • A Apple está apostando na sua futura geração de iPods para aumentar as vendas. Foi dado destaque para o iPod touch, que “crescerá significativamente” no próximo semestre (?);
  • O iPhone OS 3.0 foi adquirido por um bom número de usuários de iPods touch, mas não foi detalhada nenhuma quantidade exata;
  • Mais de oito bilhões de músicas foram vendidas na iTunes Store, até a semana passada.

Apple Retail Stores

  • HOT! Ainda vendem mais da metade dos Macs para novatos na plataforma;
  • Nelas, foram vendidos 492 mil Macs durante o terceiro trimestre fiscal de 2009, com lucro de US$1,496 bilhão. Os números cresceram 12% e 2% em relação ao trimestre anterior, e anualmente cresceram 3% e 4%, respectivamente;
  • HOT! No mundo todo, há 254 Apple Retail Stores abertas, com lucro médio por loja de US$5,9 milhões. O total de visitantes registrado em todas elas foi de 38,6 milhões;
  • O novo programa One to One está sendo um sucesso, com 667 mil sessões agendadas no último trimestre;
  • HOT! São previstas 24 novas lojas até o fim de 2009, e outras 27 já existentes serão reformadas (cerca de 100 já passaram por esse processo);
  • A primeira loja da Apple na França abrirá até o final do ano.

O próximo trimestre fiscal da Apple (Q4 ’09) e outros pontos abordados

  • Lucros deverão oscilar entre US$8,7 bilhões (US$1,18 por ação) e US$8,9 bilhões (US$1,23 por ação);
  • Um breve comentário foi feito quanto ao preço de certos componentes usados pela empresa. Por estarem em alta, não será fácil fazer reduções nos preços dos produtos da Apple, mas essa situação está se estabilizando novamente;
  • HOT! Um acordo de US$500 milhões foi firmado com a Toshiba para fornecimento de memórias flash;
  • HOT! A Apple conta com US$31,1 bilhões em caixa, um aumento considerável em relação aos US$28,9 bilhões contabilizados no trimestre anterior;
  • O Mac OS X 10.6 Snow Leopard foi brevemente mencionado na conferência. A Apple está animada, e pensa que a queda no preço para US$29 motivará a base atual de usuários a adquiri-lo facilmente, pois se trata de um lançamento importante que oferece refinamentos para 90% de todo o sistema;
  • HOT! A pedido de um jornalista, Tim Cook comentou novamente sobre netbooks. Ele disse que não enxerga uma forma de construir um bom produto por US$400 ou US$500, e acredita que clientes interessados nesse tipo de produto se desapontam após comprá-los. “A maioria das pessoas que adquirem portáteis desejam um notebook completo”, afirmou.
  • Ele citou ainda algumas características negativas deles: “São lentos e possuem tecnologia de software que é antiga [Windows XP?]. Não entregam uma experiência computacional robusta e deixam a desejar em desempenho, com telas pequenas e teclados pouco ergonômicos. Eu poderia citar mais, mas não vou.”
  • A discussão fechou com algumas conclusões, entre elas uma citação de Tim Cook: “Nosso objetivo não é produzir os produtos mais vendidos da indústria, e sim os melhores.”

[Via: AppleInsider.]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Phone Slipper facilita trabalho dos assaltantes, que levam sua carteira e de quebra um iPhone

Próximo Artigo

Mozilla libera Firefox 3.0.12 e agenda o encerramento do seu roadmap para 2010

Posts Relacionados