O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Gráfico mostra que desacelerada em vendas de iPods é só uma transição para iPhones/iPods touch

Nesta terça-feira, durante a conferência para divulgação dos seus últimos resultados financeiros, a Apple anunciou uma queda anual de 7% nas vendas de iPods, agora em 10,2 milhões de unidades.

Publicidade

Na ocasião, Tim Cook já adiantou que isso se justificaria, entre outros motivos, por um interesse crescente em iPhones e iPods touch. Eis que o Silicon Alley Insider trouxe hoje um gráfico que comprova exatamente isso: no geral dos números, a popularidade dos gadgets da Apple continua crescendo (130% a mais em touches, 626% a mais em smartphones!) — o que ocorreu foi apenas o início de uma transição de linhas de produtos, veja só.

Gráfico do SAI de iPods e iPhones

Juntando isso ao rumor recente do fim do iPod classic, fica claro que os consumidores estão cada vez mais em busca de aparelhos multifuncionais — ao invés de priorizarem, por exemplo, a sua capacidade de armazenamento (ponto de destaque do classic) ou portabilidade (forte do nano e mais ainda do shuffle).

Para a Apple, é o melhor dos mundos: iPhones e iPods touch são comercializados com margens superiores às de outros iPods e geram uma receita indireta infinitamente superior para a empresa, seja via contratos de operadoras de telefonia celular ou pela venda de apps. Afinal, ambos continuam sendo “iPods” e alimentando a gigantesca indústria musical da iTunes Store.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Beanzawave: o menor microondas do mundo

Próximo Artigo
Logo da Electronic Frontier Foundation (EFF)

Apple desiste de ameaçar Bluwiki; EFF cancela processo contra a firma de Cupertino

Posts Relacionados