O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Investigações no caso de suicídio de empregado da Foxconn continuam; Apple não deverá quebrar parceria

Foxconn em Shenzhen
Foto: Bert van Dijk (via Flickr)

Depois da confirmação da Apple e da suspensão de um segurança da Foxconn durante as investigações acerca do suicídio de Sun Danyong, 25, um repórter do jornal Southern Metropolis Daily de Shenzhen, na China, afirma ter assistido a vídeos de vigilância interna da fabricante que não mostram qualquer evidência de violência física contra o empregado.

Publicidade

A mesma publicação afirma, porém, que Gu Qinming — o tal segurança que interrogou Sun — suspeitou que ele estaria mentido e, por isso, conversou com ele em duas ocasiões para obter mais detalhes. Segundo Gu, após suspeitar da incompetência do empregado, o próprio Sun o convidou para revistar a sua casa.

Foto: Bert van Dijk (via Flickr)
Foto: Bert van Dijk (via Flickr)

Gu garante não ter agredido ou confinado Sun, mas admite ter “empurrado o seu ombro” — depois que Sun culpou com uma colega mulher pelo protótipo de iPhone desaparecido — e perguntado: “Você é homem?” Como seu nome já correu toda a rede junto com endereço e dados pessoais, o segurança não pode hoje nem sequer chegar perto de sua casa.

Ainda assim, mesmo com todos esses problemas e incertezas, o DigiTimes relata hoje que as chances de a Apple quebrar a sua parceria com a Foxconn (Hon Hai Precision Industry) são mínimas. “Pessoas envolvidas no setor de peças dizem que tal mudança é improvável de acontecer, porque o desenvolvimento de produtos envolve colaboração em tecnologias que não podem ser facilmente migradas para outras fabricantes”, diz a matéria.

[Dica do Guilherme Cherman e do Bruno Santos, obrigado!]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Cecomil Mega Store lembra uma Apple Retail Store em Fortaleza (CE)

Próximo Artigo

Bodega: App Store para o Mac OS X?

Posts Relacionados