O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Psystar prepara novas armas na batalha contra a Apple

PsystarCertas empresas realmente são uma caixinha de surpresas:

Publicidade

A Psystar sempre foi mais um caubói que um hippie. Agora nós mudamos os nossos advogados para melhor refletir quem somos.

Após a declaração de falência e o pagamento de taxas no valor de US$88 mil, a fabricante de clones decidiu contratar a firma Camara & Sibley LLP para representar seus interesses na batalha contra a Apple.

A citação no começo do post não poderia ser mais verdadeira, visto que o escritório de advocacia tem sede no Texas e será a partir de agora responsável por todo aconselhamento e representação dos interesses legais da Psystar. O novo julgamento está marcado para 11 de janeiro de 2010, e a empresa quer estar preparada para pegar pesado com a turma de Cupertino.

A autorização concedida pela corte civil do Distrito Norte da Califórnia permitiu que a montadora de PCs substituísse o time existente por uma outra firma, que precisou também de uma autorização para atuar fora de sua jurisdição original.

Publicidade

A verdadeira razão por trás da mudança na equipe de profissionais ainda é incerta. Afinal, o grupo anterior era formado por advogados especializados em propriedade intelectual, os quais inclusive traziam em seus históricos ações ganhas contra a Apple. Qualquer que seja o motivo real, a empresa parece determinada a vencer no que ela chama de “batalha de Davi contra Golias”.

No início do mês, com o término da proteção governamental concedida à empresa por conta de sua falência, a companhia demonstrou seu intuito de dar continuidade às operações lançando o Psystar Community, um site criado com o propósito de manter os clientes informados — mas que tem sido visto como parte de um plano maior: apelar para o apoio popular.

Publicidade

Foi lançada em conjunto com o site uma nova campanha publicitária, intitulada “Eu sou a Psystar” — talvez uma brincadeira e cutucada direta nas campanhas “Get a Mac” (Apple) e “I’m a PC” (Microsoft). A Psystar convidou seus clientes a enviarem um comercial de 30 segundos até 1º de setembro. Serão escolhidos cinco vídeos e o vencedor receberá um Open(7), produto baseado no processador Nehalem.

A Psystar procura defender-se declarando ser o maior cliente da Apple — devido ao número de licenças do Mac OS X que compra — e espera que a justiça entenda que ela não tem interesses em quebrar nenhum termo legal de uso. Em sua visão, ela acredita que está apenas oferecendo legalmente uma possibilidade mercadológica não coberta pela produtora do sistema operacional.

[Via: TG Daily.]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iPhone 3GS deitado, de lado

Apple deve abocanhar 15% do mercado de smartphones na América Latina

Próximo Artigo

Alerta hacker: cuidado, seu iPhone pode estar vulnerável

Posts Relacionados