O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

WebGL será o padrão da indústria que levará gráficos 3D para a web nativa

OpenGL Shader BuilderApós anunciar a especificação OpenGL versão 3.2, o Khronos Group nos detalhou hoje mais uma grande novidade relacionada com a padronização do uso de gráficos 3D na indústria — mas, desta vez, ela é destinada à web nativa que conhecemos bem. Trata-se da especificação WebGL, uma tentativa de estabelecer uma ligação entre hardware gráfico dos atuais PCs com a internet, por meio de JavaScript.

Publicidade

Anunciada durante a GDC (Game Developer Conference) 2009, a tecnologia encontra-se em desenvolvimento, mas seus conceitos são bem claros. Todo o conteúdo 3D compatível deverá ser portátil, seguro e capaz de rodar sem plugins em múltiplos navegadores presentes em diversas plataformas, como qualquer hardware já compatível com OpenGL para aplicativos nativos.

Para isso, a WebGL vai tirar proveito principalmente de uma versão otimizada das tecnologias gráficas 3D já existentes (as mesmas do iPhone OS 3.0 para o iPhone 3GS), através de uma interface de programação na qual poderão ser usados todos os avanços recentes dos navegadores modernos em HTML 5, como o elemento canvas. Tudo aberto e livre de royalties, com previsão de ratificação e liberação no mercado para o início de 2010.

A ideia de implantar gráficos 3D no browser de forma nativa foi fortemente divulgada ao público pelo Google, com o seu plugin O3D, que é a melhor forma de visualizar nos navegadores atuais o que está por vir. A gigante de buscas está com uma equipe totalmente comprometida com essa nova causa e tem do seu lado Mozilla — que está no comando da especificação, com um engenheiro dentro do Khronos —, Opera, AMD e NVIDIA — cujo vice-presidente lidera o Khronos.

[Via: Macworld.]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Fnac e Apple comemoram primeiro aniversário dos Apple shops no Brasil

Próximo Artigo

Bodega é lançada e promete trazer estrutura da iPhone App Store em loja de softwares para o Mac OS X

Posts Relacionados