China Unicom nega ter comprado cinco milhões de iPhones da Apple

Apple Retail Store da China
Apple Retail Store Sanlitun, em Pequim (China)

Os chineses adoram mesmo um rolinho… mas nem sempre ele é primavera. No vai e vem das negociações para a Apple levar o iPhone para a China, um porta-voz da operadora China Unicom mais uma vez confirmou as conversas com a Maçã, porém aproveitou para negar rumores desta semana, que afirmaram que ela já teria solicitado um lote inicial de cinco milhões de aparelhos para o país. O negócio era estimado em US$1,5 bilhão.

Publicidade
Apple Retail Store Sanlitun, em Pequim (China)
Apple Retail Store Sanlitun, em Pequim (China)

“Conversas entre nós e a Apple têm ocorrido há algum tempo, mas nenhum acordo foi firmado até o momento”, afirmou Yi Difei à Associated Press. “Há todo tipo de possibilidade. Não há um cronograma específico para as conversas.” A porta-voz da Apple em Pequim, Tiffany Yang, não comentou nada sobre o assunto.

Na semana passada, correu a informação de que executivos da Apple teriam ido à China fechar pessoalmente os últimos acordos com a China Unicom. Apesar de o mercado chinês de celulares ser o maior do mundo (não é à toa que o Google está correndo pra lá também), leis locais obrigarão a Apple a comercializar o iPhone sem Wi-Fi embutido.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…