Apple quase se envolve em boicote ao canal FOX News

A Apple quase se viu envolvida num polêmico boicote em resposta à recente declaração do jornalista Glenn Beck, da FOX News, que incita o público norte americano a acreditar que o Presidente Barack Obama seria um racista com uma _profunda raiva pela raça branca_ e com uma agenda secreta para beneficiar os negros às custas da população branca.

Publicidade

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=n3yaJ5nIRrE[/youtube]

Em suporte às campanhas FoxNewsBoycott e Color of Change — que convidam os consumidores a não comprar produtos dos anunciantes da FOX News —, 11 grandes companhias retiraram seus comerciais do canal. A emissora precisou então reorganizar os anúncios e, sem informar a Apple, pôs um VT do iPhone em um horário próximo ao show do Glenn.

A Apple, que tem o ex-presidente Al Gore como um dos seus diretores, cujo CEO já namorou Joan Baez, e cuja filosofia suporta a igualdade e o direto dos homossexuais, definitivamente não iria gostar de ter o seus produtos associados a uma visão tão extremista.

Publicidade

Como nota o blog político Daily Kos, a Apple nunca teve seus comerciais no show do Glenn Beck. Foi um erro da emissora remanejá-los sem consultar a empresa. Os envolvidos na campanha procuraram respostas junto à sede em Cupertino, que, como faz habitualmente, preferiu não comentar o assunto de imediato.

Entre as empresas que apoiam o boicote estão grandes nomes como a Campbell Soup, Chrysler, General Motors, Kellogg’s, Kraft Foods, Lawyers.com, Nestlé, Pfizer, Proctor & Gamble, Progressive Insurance e Walmart. Para infelicidade da FOX News, essa lista cresce a cada dia.

[Via: Fortune Brainstorm Tech.]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…