O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

RBC Capital aposta em revolução dos smartphones; boas notícias para Apple, Research In Motion e Palm

A RBC Capital Markets realizou hoje uma conferência com analistas para aumentar o preço-alvo das ações da Apple (de US$190 para US$250), Research In Motion (de US$100 para US$150) e Palm (de US$18 para US$25), todas classificadas como “acima da média” (“Outperform”). A firma cita market shares crescentes e uma grande oportunidade no segmento de smartphones, com finanças positivas e uma expansão múltipla potencial.

Publicidade

De acordo com Mike Abramsky, analista da RBC, smartphones representam “a próxima onda em computação”. Até 2012, ele prevê que eles representarão 35% de todo o mercado global de handsets, isto é, algo que ultrapassará 500 milhões de unidades (a previsão anterior era de 395 milhões) comercializadas anualmente.

Caixas iPhones

Falando de Apple, especificamente, ele acredita que a firma de Cupertino poderá chegar a uma receita anual de US$50,3 bilhões até 2011 — o que equivaleria a um crescimento de 18% ano após ano —, com ganhos por ação de US$8,25. Até lá, ela poderá vender cerca de 50 milhões de iPhones, chegando a mais de 80 milhões em 2012. Com isso, Mike estima que o market share da Maçã em smartphones pule de 10,8% para 16,3%, ou de 1,1% no geral de telefones celulares para até 5,7%.

Publicidade

Citando a dificuldade de se criar, fabricar, distribuir, vender e dar assistência para smartphones, Mike acredita que as empresas que se derem bem no segmento poderão duplicar ou triplicar seu faturamento até 2012. “Um pequeno grupo de [quatro ou cinco] desafiantes dominará o mercado de smartphones, dada sua integração vertical profunda e ‘molho especial’ através do qual eles criam experiências únicas e icônicas.”

Para a RBC, as grandes perdedoras no segmento serão empresas como Nokia, Motorola, Dell, Hewlett-Packard, Sony, Sony Ericsson e LG, que a firma acredita que “enfrentarão dificuldades e perderão mercado ao competir entre os smartphones” devido a barreiras tecnológicas, de canibalização e acionistas.

[Via: CNBC.com.]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

NPD: um quarto das músicas compradas nos Estados Unidos são da iTunes Store

Próximo Artigo
Logo prata da Apple

Apple continua líder entre os consumidores satisfeitos em nova pesquisa da ACSI

Posts Relacionados