E a tal reunião da diretoria da Apple aconteceu, mas sem nenhum anúncio oficial até o momento

Conforme anunciamos há uma semana, a diretoria da Apple de fato se reuniu nesta terça-feira em Cupertino para, entre outros, discutir um possível substituto para Eric Schmidt, CEO do Google, que recentemente renunciou ao cargo devido a conflitos de interesses entre as duas companhias.

Publicidade

Tim Cook e Steve Jobs

se falou bastante sobre nomes potenciais para a ocupação do seu lugar — ainda que isso não seja obrigatório, visto que o estatuto da Apple diz que a diretoria deve consistir de cinco a nove membros, e hoje ela possui oito —, mas o mais óbvio de todos e bastante esperado é o de Tim Cook, atual executivo-chefe de operações (COO) da Apple. Um convite oficial, porém, ainda não surgiu até o momento.

Jim Goldman, repórter da CNBC.com, acredita que Cook já praticamente garantiu a sua vaga na diretoria depois do tamanho reconhecimento que obteve atuando no lugar de Steve Jobs durante sua licença médica de seis meses.

Publicidade

Por outro lado, Eric Jackson, do TheStreet.com, apesar de reconhecer as qualificações de Cook, afirma que o melhor para a Apple e seus investidores, neste momento, é a entrada de alguém de fora — e que preferencialmente não esteja atuando como CEO. Para ele, o grupo que compõe a diretoria hoje é super qualificado e profissional, mas está numa posição demasiadamente influenciada pelos gostos e decisões de Steve Jobs.

Veremos como essa história se desenrola.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…