O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Comparando as vendas do Android Market com as da iPhone App Store

Android Market logoDentre muitas lojas que oferecem aplicativos para smartphones, o Android Market é aquela que mais se “aproxima” da iPhone App Store em termos de quantidade de aplicativos — isso porque a loja do Google possui pouco mais de cinco mil itens disponíveis, enquanto a da Maçã deve estar perto dos 70 mil. No entanto, não se veem tantos comentários da firma de Mountain View quanto a Apple costuma fazer, mas através dos registros de um desenvolvedor — relativamente popular no Android Market — podemos ter uma vaga ideia de como são as coisas por lá.

Publicidade

Os números não são muito animadores: mesmo que seja um dos melhores produtos disponíveis no Android Market, um determinado aplicativo da Larva Labs não chega a vender nem uma fração do que o seu equivalente para iPhone consegue. Dois jogos da empresa, destacados na loja do Google e vendidos por US$5, não chegaram a gerar nem 13 (!) vendas por dia.

Note que um deles é o quinto mais popular no Android Market e, em comparação com a App Store, ele precisaria de 56 dias de vendas para equiparar seus lucros aos de um quinto colocado na loja da Apple (aproximadamente US$3.500 diários, segundo previsões). É interessante destacar, ainda, a atuação do game Trism, de Steve Demeter (sim, é o cara estampado no site de desenvolvedores da Apple): enquanto ele foi bem recebido por muitos usuários de iPhones/iPods touch, no Android nem mesmo passou dos 500 downloads até hoje.

Publicidade

A seguir, está um gráfico liberado pela Larva Labs sobre as vendas em agosto, comparando números do Android com os do iPhone:

Vendas da Larva Labs

Muitas razões podem nos ajudar a entender essa diferença. Basicamente, o Android Market não reflete uma boa experiência de compra para o consumidor final: faltam screenshots para uma prévia do produto antes da compra, não existe uma forma de os desenvolvedores criarem boas descrições de seus produtos (com 325 caracteres é bem difícil) e o Google Checkout faz do sistema de pagamentos uma tortura. Isso sem contar a dificuldade em visualizar produtos pagos (que geralmente também são interessantes), falta de segurança e os vários problemas com downloads para os aparelhos, coisas que dificilmente vemos na App Store da Apple.

Publicidade

No entanto, não podemos ser hipócritas: o Android Market possui pontos positivos, especialmente ligados às suas políticas de devolução (que ajudam muito quando você se frustra com algo). Além do mais, eu imagino (nunca trabalhei com o Android Market para saber) que eles tratem os desenvolvedores com um pouco mais de parcialidade em certos pontos do que a Apple, onde muitos já se sentiram insatisfeitos em ter seu produto rejeitado, às vezes com razão. Por isso eu digo que, apesar da enorme popularidade, a firma de Cupertino ainda abusa da sorte

[Via: TechCrunch.]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

E o Gmail está fora do ar no mundo todo [atualizado 3x]

Próximo Artigo

Fazendo mouses e teclados da Logitech voltarem a funcionar a contento no Mac OS X 10.6 Snow Leopard

Posts Relacionados