O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Fala, Hagge! O Bicho da Maçã: Raios!

Existem momentos em que a Apple consegue ser extremamente irritante. Por exemplo, quando você não quer ou não pode fazer certas coisas da maneira como ela acha que é a correta. Nessas situações, você acaba ficando preso a soluções quebra-galho.

Publicidade

Apple TV

O mais explícito dos exemplos é o caso do entretenimento doméstico conhecido como “televisão”. A Apple não quer que você assista mais à TV tradicional, aquela que chega por antenas, cabos, etc. Ela quer que você assista à programação em alta definição, mas também não pode ser transmissão em HD e nem discos de alta definição — os tão desejados Blu-ray —, tem que ser o conteúdo em alta definição do iTunes, e ele tem que ser enviado para sua televisão via Apple TV. Ponto, sem choro nem vela.

Esse jeito de agir de Steve Jobs para forçar seus clientes a usar exclusivamente as suas soluções funcionou com produtos relativamente baratos — como os iPods, as músicas e os aplicativos da iTunes Store —, mas não está funcionando com o mercado de filmes em HD. A Netflix, por exemplo, é muito mais bem-sucedida.

Publicidade

Nenhum Mac sai de fábrica ou pode ser customizado oficialmente com um leitor de discos Blu-ray, que se consolidou como padrão de mercado há pelo menos dois anos e vive entre nós há cinco. Por quê? Ninguém sabe explicar. Nem Steve Jobs, que abusa de seu cinto de distorção da realidade e muda de assunto sempre que é perguntado sobre isso, jogando a culpa nos termos de licenciamento da tecnologia — pura conversa fiada.

Mais interessante ainda é perceber que é impossível ligar seu Mac a uma TV HD com um cabo HDMI para assistir aos filmes que você compra na iTunes Store. Se você quiser aproveitar toda a extravagância de um filme em alta definição no seu LCD, plasma ou LED de mais de 30 polegadas, você precisa do Apple TV. Tudo porque a Apple preferiu, mais uma vez, não seguir o mercado e usar conexões Mini DisplayPort sozinha.

Publicidade

Apenas há alguns meses uma empresa desconhecida conseguiu desenvolver uma gambiarra (ok, adaptador) para converter a Mini DisplayPort em HDMI. Isso é um absurdo! É uma coisa que sempre foi trivial nos portáteis saídos de Cupertino. É a Apple abrindo mão de avanços e facilidades tecnológicas em prol de tentar fazer um negócio da empresa crescer na marra.

Felizmente, a indústria de PCs está aí para nos salvar mais uma vez. Notebooks com leitores Blu-ray estão cada vez mais populares e baratos, e é difícil achar um deles, com ou sem Blu-ray, que venha sem uma porta HDMI para ligar diretamente na TV, sem frescuras. Aqui na Europa eles estão muito acessíveis e os BDs (Blu-ray Discs) estão mais baratos que os DVDs, de um modo geral (exceto lançamentos, claro).

A Apple não pode ser tão fechada, ela tem que oferecer opções ao seu público consumidor. Eu não sei quem vai ganhar essa briga, se os discos Blu-ray ou o formato digital HD, mas o usuário de Mac já perdeu a paciência e quer uma solução definitiva para poder voltar à programação normal.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Intel apresenta chips de 22 nanômetros em seu fórum de desenvolvedores

Próximo Artigo

Pixel Show 2009 em São Paulo: corra pra garantir seu lugar! ;-)

Posts Relacionados