O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Arquitetura de GPU revelada pela NVIDIA será importante para o Mac OS X 10.6 Snow Leopard

Nesta semana, a NVIDIA revelou ao mundo uma nova arquitetura de GPUs, de codinome Fermi. Destinada à nova geração das linhas GeForce, Quadro e Tesla, a Fermi pode gerar produtos com até 512 núcleos gráficos paralelos, contando ainda com a capacidade de lidar com várias tarefas de uma vez e uma hierarquia de cache entre tarefas leves e pesadas.

Publicidade

NVIDIA Fermi Design

Além de proporcionar muito mais desempenho do que é ofertado atualmente pela empresa, a nova arquitetura será muito importante para a sistemas operacionais como o Mac OS X 10.6 Snow Leopard. Bill Dally, chefe científico da NVIDIA, traçou hoje um cenário de forte ligação entre ambos, não apenas para tarefas gráficas comuns, mas também para uso da tecnológicas de computação paralela; no caso, OpenCL.

A Fermi possui um ênfase grande em computação geral, e isso até a faz perder um pouco das suas verdadeiras capacidades em vídeo e 3D, mas a questão central das possibilidades não está no hardware, e sim nos softwares que virão. Poucos aplicativos para Mac estão otimizados com a tecnologia OpenCL, mas as gigantes dessa indústria podem forçar a sua rápida adoção, especialmente em jogos e aplicativos profissionais, que podem adquirir enorme aceleração em situações comuns.

Publicidade

Claro, não é só a Apple com o Snow Leopard que está apreensiva em computação paralela: a Microsoft, com a tecnologia DirectCompute para o Windows 7, também quer que seus desenvolvedores comecem a usar GPUs para mais do que mostrar pixels em monitores. O único problema para ela é que a forma como a Apple adotou componentes compatíveis com OpenCL em seus produtos mais recentes dá à firma de Cupertino vantagem em termos de distribuição de hardware para o futuro, algo que já começou há um bom tempo. Muitos PCs convencionais de hoje, por sua vez, ainda não possuem acesso à tecnologia física necessária para tirar proveito de computação paralela.

Até grande parte dos softwares começarem a aproveitar os benefícios dessa nova geração de placas de vídeo, elas já terão chegado a setores menos elitistas do mercado. Se tomarmos como exemplo a nova arquitetura Fermi, já teremos modelos de alto nível à venda no final de 2009, deixando a cobertura de notebooks e máquinas de menor nível para 2010. O Mac Pro e os iMacs mais parrudos deverão ser os primeiros computadores da Apple que aproveitarão os produtos baseados nesse design de chips.

[via Electronista]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Patente da Apple sugere meios de se limitar recursos de um iPhone através de perfis de operadora

Próximo Artigo

Psystar perde um dos seus advogados de defesa no caso contra a Apple

Posts Relacionados