Adobe revela Flash Player 10.1 para desktops e diversos smartphones, mas nada do iPhone (é claro)

Como parte dos seus anúncios para a abertura da MAX 2009, a Adobe revelou hoje os primeiros detalhes do Flash Player 10.1, a próxima grande versão do seu plugin multimídia e a primeira a se tornar multiplataforma em uma infinidade de smartphones. Liderando um novo grupo de empresas com quase 50 membros envolvidos na propagação da tecnologia nos setores móvel e desktop (Open Screen Project), ela suportará quase todas as grandes plataformas móveis com a nova versão da tecnologia.

Publicidade

Android com Flash

No desktop, o Flash Player 10.1 será o primeiro a contar com aceleração da GPU por debaixo dos panos. Isso era necessário para fazer o conteúdo rodar sob o plugin de forma mais eficiente em celulares (preservando o máximo possível de energia), mas possui ainda muitos benefícios no desktop, para acelerar a adoção de vídeo em alta definição na web e melhorar o seu desempenho em netbooks e portáteis em geral.

Os usuários poderão contar ainda com streaming de conteúdo via HTTP, tecnologia usada pela Apple no QuickTime X e que se tornará padrão para esse tipo de distribuição na internet, por não ser barrada erroneamente em firewalls. Trata-se de um recurso aguardadíssimo no plugin Flash, que também será suportado pela nova versão do Adobe AIR (2.0).

Publicidade

Já no setor móvel, o Flash Player 10.1 promete bastante. Ele permite que designers e desenvolvedores tenham o mínimo de trabalho possível para adequar a múltiplos aparelhos o conteúdo criado com a tecnologia, por não requerer necessariamente touchscreens e ainda trabalhar com acelerômetros e gestos especiais (se suportados).

A Adobe possui o apoio de 19 das 20 maiores fabricantes de smartphones no globo. Obviamente, quem está faltando na lista é a Apple, mas isso é um caso à parte, já discutido bastante por aqui. Além disso, quem for trabalhar com Flash no mundo móvel deverá pensar com mais dedicação nas limitações que ainda existirão, criando conteúdo que agregue valor, em vez de repelir usuários com elementos desnecessários na “web de bolso”.

O Flash Player 10.1 tem previsão de disponibilidade final para o primeiro semestre de 2010. Ainda este ano, teremos betas públicos rolando nos grandes sistemas operacionais desktop (Mac OS X, Linux e Windows) e nas primeiras grandes plataformas móveis (Windows Mobile e webOS). No início do próximo ano, o plugin será liberado em formato beta para o Symbian OS, e acordos de cooperação mútua com o Google e com a Research In Motion farão o mesmo no Android e no BlackBerry OS.

Posts relacionados

Comentários