O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iFund investe no Shazam, app de reconhecimento de músicas

Shazam no iPhoneEis um projeto de sucesso: o Shazam foi criado em 2002, mas foi a partir de agosto de 2008, quando chegou ao iPhone, que ele realmente bombou. Em pouquíssimo tempo, bateu 1,5 milhão de downloads na App Store e rapidamente foi pinçado pela Apple para um comercial do iPhone 3G. Não é à toa que ele é um dos apps gratuitos mais populares de todos os tempos e acaba sendo alvo de processos judiciais de invejosos.

Publicidade

Hoje em dia, o Shazam — presente em 150 países — já foi baixado mais de 50 milhões de vezes em todas as plataformas nas quais está disponível: iPhone, Google Android, Symbian OS, BlackBerry, etc. Seu banco de dados conta com mais de 8 milhões de músicas, algumas até mesmo da década de 1950.

A companhia de 60 empregados, sediada em Londres (Inglaterra), só tem ainda mais motivos para comemorar esta semana: ela foi escolhida pela Kleiner Perkins Caufield & Byers para ser mais uma beneficiada pelo fundo de investimentos iFund. Anteriormente, a Shazam já havia obtido US$12,3 milhões da DN Capital e da Acacia Capital.

Mesmo com um fluxo de caixa já bastante positivo, a Shazam pretende lançar em breve um serviço que oferecerá ingressos para shows de bandas marcadas no seu app. A tendência, portanto, é que as coisas melhorem ainda mais por lá.

[via Times Online]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Logo da Nokia

Nokia fica no negativo pela primeira vez desde 1996 e anuncia prejuízo de US$834 milhões

Próximo Artigo
Ícone do QuickTime X

Apple investiga meios de melhorar a qualidade visual de vídeos em streaming

Posts Relacionados