O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Especialistas estimam que a Apple responderá à Nokia com um contraprocesso de violação de patentes

iPhone 3GS brancoCom a Nokia processando a Apple por violação de patentes, a Reuters sugeriu em um dos seus artigos recentes alguns meios de como a briga das duas empresas na justiça poderá se desenrolar. Enquanto é óbvio que o modo mais rápido e prático de isso ser resolvido é o fechamento de um acordo fora dos tribunais, especialistas no assunto afirmam que a fabricante do iPhone acabará abrindo um contraprocesso, fazendo com que essa briga se arraste nos tribunais por meses — talvez até anos.

Publicidade

Uma vez que a Apple revide contra a Nokia, ela poderá tomar diversas ações, incluindo questionar as patentes que a sua rival alega terem sido infringidas, um procedimento judicial que não determina fim para o processo, mas pode durar bastante tempo. No total, as infrações são dez — cobrindo diversas tecnologias móveis usadas para transmissão de dados sem fio —, e elas já são licenciadas para diversas empresas do setor, ou seja, a chance de a fabricante do iPhone conseguir se livrar do caso dessa forma é bem pequena.

Outra possibilidade é uma das empresas levar o caso para a Comissão de Comércio Internacional (ITC) dos Estados Unidos — o que paralisaria tudo até o órgão regulador dar o seu veredito — e para cortes europeias — como a finlandesa, no país onde a Nokia é sediada. Novamente, a Apple pode tentar contestar as patentes perante a ITC ou algum tribunal internacional, mas, apesar de alguns analistas afirmarem que esses ataques podem ser bem-sucedidos, o histórico da reclamante do caso no desenvolvimento de tecnologia é muito respeitado, tanto que ela já venceu processos dessa forma.

Não há dúvidas de que um acordo seria o melhor para duas empresas. A Nokia também possui muito a perder se esse caso se arrastar por anos na justiça, e existe a possibilidade de a Apple pagar muito mais do que não quer agora, por optar pela tentativa de derrotar a rival. Veremos como essa briga se desenrolará.

[via Macsimum News]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Enquete: leitores dividem apostas de navegador mais popular entre Firefox e Chrome

Próximo Artigo
Logo da comScore

Audiência de internet no Brasil cresce 22% ano após ano, segundo comScore

Posts Relacionados