John Carmack, da id Software, diz que trabalhar com a Apple é como “andar numa montanha russa”

Há muito tempo já se sabe que Steve Jobs não é fã de jogos; o sucesso do iPhone/iPod touch como console de games foi ocasional, e foi isso que fez a Apple passar a promover a plataforma como tal, e não o contrário.

Publicidade

John Carmack, da id Software

A id Software é uma das que está bombando hoje em dia na iPhone App Store, e isso porque ela só anunciou seus planos de entrar na loja da Apple em fevereiro deste ano. Wolfenstein 3D foi o primeiro portado (lançado oficialmente logo depois), seguido do anúncio de planos do DOOM Classic, que acabou trazendo primeiro DOOM Resurrection à App Store. DOOM Classic só foi posto à venda, finalmente, na semana passada.

Em entrevista cedida ontem ao Kotaku, John Carmack, principal responsável por esses títulos (é co-fundador da id Software e seu atual chefe de tecnologia), afirmou que tudo isso não foi nada fácil. “Meu relacionamento com a Apple é de longa data, mas é como andar numa montanha russa. […] Sou convidado para falar numa keynote em um mês, falo algo que eles [os executivos da Apple] não gostam e aí vou pra lista negra por seis meses. […] [A Apple] não tem orgulho de o iPhone ser uma máquina de jogos, eles queriam que ele fosse algo diferente.”

Publicidade

Com a mudança de paradigmas em Cupertino, Graeme Devine, ex-colega de Carmack, foi convidado pela Apple para trabalhar na divisão iPhone Game Technologies, levando o expertise necessário para um melhor trabalho no segmento. Para Carmack, a Apple não poderia ter escolhido nome melhor para contribuir ainda mais com o sucesso do iPhone/iPod touch em jogos.

[a fotografia de Carmack que ilustra este artigo foi encontrada num antigo perfil do executivo ainda no ar no Apple.com]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…