Dados sobre Apple Retail Stores: planos para 2010, receita por loja, concorrência de empregados, etc.

Você, como leitor assíduo do MacMagazine, deve ter acompanhado a nossa cobertura sobre a nova Apple Retail Store de Manhattan, hoje mais cedo. A 279ª loja da Maçã será aberta para o público neste sábado (14/11), porém foi apresentada hoje para a imprensa.

Publicidade

Apple Store, Upper West Side

Na ocasião, Matt Buchanan, blogueiro do Gizmodo, teve a oportunidade de conversar com Ron Johnson, vice-presidente sênior de varejo na Apple. Felizmente, o executivo compartilhou alguns números muito interessantes sobre o projeto de Retail Stores da Maçã, confira:

  • As vendas da Apple em 2001 totalizaram US$5,4 bilhões. As vendas de Apple Retail Stores, este ano, superaram os US$6,6 bilhões. Leia de novo: US$6,6 bilhões apenas em lojas. O total da empresa foi de US$36,5 bilhões.
  • As lojas contabilizaram 170 milhões de visitantes em 2009. Do total, 10 milhões utilizaram os serviços de Genius Bars e treinamento pessoal (One to One) da Apple.
  • A média de vendas por loja foi de US$26 milhões — menos que Macy’s, Target e Best Buy. Todavia, a coisa se inverte totalmente se considerarmos a receita por pé quadrado: foram US$4.300 nas Apple Stores, cinco vezes mais que os US$872 de lojas da Best Buy.
  • A Apple já tem mais de 100 mil candidatos a vagas de trabalho em Apple Retail Stores em todo o mundo. Só para a loja da Upper West Side, 10 mil pessoas enviaram seus currículos, porém apenas 200 foram selecionadas (isto é, 2% — haja concorrência!).
  • Todas as lojas da Apple de agora em diante terão a largura de “três mesas ou mais”. A empresa considera a maioria de suas localidades, hoje em dia, pequena demais.
  • Cerca de 40-50 novas Retail Stores são planejadas para o ano que vem, várias delas “significantes”, como a da Quinta Avenida com o grande cubo de vidro. A Apple também mira novos mercados internacionais, principalmente na Europa (as duas únicas cidades citadas foram Londres e Paris). Duas novas serão inauguradas em Xangai (China), mas nada foi dito sobre Brasil.

E pensar que muitos apostavam num fracasso total quando a Apple anunciou a abertura da sua primeira loja de varejo, há alguns anos…

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…