O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Momento Nostalgia: o que os críticos disseram do iPhone, antes do lançamento

Os caras do AAPLinvestors fizeram de novo: depois de uma frutífera compilação de previsões acerca do primeiro Macintosh, agora temos frases sobre o iPhone. Claro, todas são de pessoas gabaritadas no meio tecnológico e que deveriam ter meios de prever com uma razoável margem de acerto se um produto pode prosperar ou não. Digamos que a meteorologia consegue ser muito mais precisa que eles, enquanto cartomantes profissionais são só um pouco menos.

Publicidade

iPhone

Mas vamos às citações mais marcantes? Traduzimos algumas para vocês verem:

Ed Colligan, CEO da Palm, 16 de novembro de 2006

Lutamos por alguns anos e aprendemos a fazer telefones decentes. Fabricantes de PCs não vão conseguir acertar nisto. Eles não vão simplesmente chegar invadindo [este segmento].

Verdade: eles foram entrando e ensinando como se faz um telefone que preste pra algo além de atrapalhar aulas e apresentações.

Ed Colligan, CEO da Palm, 28 de maio de 2008

Você poderia olhar para a Apple e para o iPhone como algo que veio do nada, essencialmente, e mudou a dinâmica do mercado de smartphones — temos toda a oportunidade para também fazer o mesmo.

Hã? É o mesmo cara? Agora ele quer seguir o rastro dos os “fabricantes de PCs” que não iam conseguir acertar?

David Haskin, Computerworld, 26 de fevereiro de 2007

O iPhone pode muito bem ser o próximo Newton da Apple.

Pelo menos este errou com graça: citar o fracasso que foi a combinação Apple + touchscreen anos atrás embasou razoavelmente a declaração. Isso sem falar no teor hipotético da frase.

Laura Goldman, LSG Capital, 21 de maio de 2007

O que o iPhone oferece hoje que outros celulares não já ofereçam ou logo oferecerão? A resposta é não muito… O objetivo declarado da Apple de vender dez milhões de iPhones até o fim de 2008 parece ambicioso.

Realmente, o iPhone não oferecia absolutamente nada de mais. E, anos depois de seu lançamento, as outras fabricantes ainda estão correndo atrás do prejuízo gigante para suas imagens — pois agora todo e qualquer smartphone tem que se comparar com o telefone que tem uma maçã atrás. A pergunta não é mais “Esse celular é bom?”, agora é “Esse celular é melhor que o iPhone?”

David Platt, professor em Harvard, 25 de junho de 2007

Nem Deus em pessoa poderia criar um aparelho que atenda às expectativas que o iPhone gerou.

Near… Far… Wherever you are!… I believe that the heart does go on.
Once… more… You open the door and you’re here in my heart and my heart will go on and on!

Bill Ray, The Register, 26 de dezembro de 2006

Conforme os compradores começarem a perceber que a concorrência oferece mais funcionalidade a um preço menor, por negociar um subsídio melhor, as vendas [do iPhone] vão estagnar. Após um ano, uma nova versão será lançada, mas lhe faltará a inovação da primeira e logo vai desaparecer. A única questão restante é se, quando o iPod phone falhar, ele levará o iPod junto.

Para ser justo, o cara acertou umas coisas: de fato, um ano depois foi lançada uma nova versão (e depois outra; ambas venderam pra dedéu), e, de fato, as vendas de iPods sofreram por causa do iPhone.

Michael Kanellos, CNET, 7 de dezembro de 2006

Quando o iPod emergiu no fim de 2001, ele resolveu alguns problemas maiores dos MP3 players. Infelizmente para a Apple, problemas assim não existem no negócio de telefones. Celulares não são aparelhos desajeitados, inadequados. Pelo contrário, eles são até bons. Muito bons.

Ooow, EXCELENTES! Isso que é síndrome de Estocolmo, crianças.

Publicidade

. . .

Claro, a cereja no topo não podia faltar:

Ed Zander, CEO/presidente da Motorola, 10 de maio de 2007

Como eles vão lidar com a gente?

Que tal pwnando o RAZR e obrigando vocês a lançar algo que preste, depois de anos como a companhia de um telefone só?

Faço minhas as sábias palavras do Mr. T: “I pity the fool!” Esta é uma citação que vale pra todo o sempre. 😛 Agora só falta uma compilação de previsões sobre o iPod e a iTunes Store (com certeza alguém deve ter apostado na volta dos LPs… e acertou!).

[via Fortune Brainstorm Tech]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Google habilita experimento no Gmail que permite ao usuário definir um estilo padrão de emails

Próximo Artigo
Steve Ballmer BSODs

Uma foto de Steve Ballmer bastante representativa ;-)

Posts Relacionados