O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Browsers no Mac OS X: Chrome é bem rápido, mas ainda não consegue bater Safari

Testes de benchmark realizados pela Computerworld com as últimas versões estáveis dos mais populares browsers para Mac mostram um cenário curioso com a chegada do Chrome, um pouco diferente do que o Google estava habituado a conferir posicionando-o como um dos melhores browsers para Windows.

Publicidade

Enquanto ele ainda consegue bater Opera e Firefox em desempenho de JavaScript, o Safari ainda é imbatível no sistema da Apple, com uma diferença de aproximadamente 12%. No gráfico abaixo, barras menores são melhores (mais rápidos):

Desempenho de browsers para Mac no SunSpider JavaScript Benchmark

A avaliação foi feita usando o SunSpider JavaScript Benchmark, criado pela Apple e usado pela indústria de softwares como o padrão para se determinar o desempenho real de JavaScript em páginas complexas — sem dar privilégios a nenhuma tecnologia específica de nenhum navegador disponível no mercado. Nele, o Chrome é dez vezes mais rápido que o Opera e duas vezes mais rápido que o Firefox, ou seja, é impossível dizer que ele não chegou impondo competitividade sobre esses dois concorrentes.

Com a Apple, no entanto, a gigante de buscas terá uma certa dificuldade em mostrar superioridade, pois o Safari evolui em um ritmo tão acelerado quanto o Chrome — e lhe concede alguns benefícios, julgando que ambos possuem a mesma tecnologia para processar e exibir sites. Em JavaScript, contudo, ambos são bem diferentes: enquanto o Safari 4 no Snow Leopard tira proveito de avanços da computação em 64 bits para entregar velocidade extra a um interpretador da linguagem, o Chrome já usa um compilador que converte diretamente o código existente nos sites em código nativo, ou seja, é um processo já bastante otimizado.

Publicidade

As conclusões técnicas de uma futura comparação entre ambos os browsers rodando em 64 bits são desconhecidas, mas estima-se que a competitividade entre os dois continuará acirrada. Os nightly builds do WebKit já executam JavaScript com velocidade 30% maior que a última versão estável do Safari, e o ritmo da adição de aprimoramentos continua tão acelerado quanto o trabalho do Google, que também está longe de se mostrar terminado.

Um dos pontos positivos no Chrome para Mac é o fato de ele ser bem veloz para iniciar (cerca de duas vezes mais rápido que o Safari), que no seu estado beta ainda não lida com vários plugins em estado estabilizado — especialmente o Flash e o QuickTime. Até a sua saída do estágio beta, esses pequenos problemas deverão ter saído de cena, sem falar na chegada das funções restantes.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Apple atualiza patente da sua campanha publicitária "Think Different"; o que será que vem por aí?

Próximo Artigo
Ícone do iTunes 9

Diretor sênior da iTunes Store na Europa fala sobre desafios para 2010

Posts Relacionados