Firma de análises diz que donos de iPhones sofrem da “Síndrome de Estocolmo”

A firma de análises Strand Consult liberou hoje pela manhã um relatório intitulado “How will psychologists describe the iPhone syndrome in the future?”, no qual ela afirma que o estado defensivo de donos de iPhones tem relação com a “Síndrome de Estocolmo”. Trata-se de uma resposta psicológica de reféns, que desenvolvem simpatia e lealdade a seus sequestradores.

Publicidade

Pessoa presa dentro da tela do iPhone

O estudo explica que fãs do iPhone gastam muita energia defendendo o produto, mesmo com suas limitações e dificuldades presentes em versões antigas e atuais do produto. A Stand Consult reconhece que o smartphone criado pela Apple é muito bom, mas afirma que seus defeitos costumam ser aceitos/ignorados por donos do aparelho.

É inevitável que alguns irão discordar, mas acho que a firma exagerou um pouco em suas afirmações. É claro que existem casos e casos, mas ninguém aqui é cego/idiota. Os lados negativos do iPhone (e de outros produtos da Apple) sempre são reconhecidos e expostos por nós, mas isso tudo depende de quanto peso que se dá para as coisas.

Publicidade

Produtos concorrentes têm tantos defeitos ou até mais que o iPhone, portanto o que vale é o escopo geral da coisa: some todos os aspectos positivos, retire os negativos e aí conclua qual o melhor. MMS, por exemplo, foi por muito tempo dita como uma falta “absurda” no iPhone OS. Agora, eu pergunto: quantos de vocês realmente usam esse recurso constantemente? Eu conto nos dedos de uma mão a quantidade de vezes que enviei MMSs.

Ridículo são os trolls que chegam por aí dando risada quando expomos algum problema da Apple e/ou de seus produtos e serviços, afirmando que os fãs da marca são ignorantes a ponto de achar que ela e/ou tudo o que ela faz é perfeito. Longe disso, pessoal, longe disso. Mas que eles costumam ser os melhores, no geral, não dá pra negar. 😉

[via 9 to 5 Mac]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…