O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Analista chama Kindle de “o iPod do mundo dos livros”

Mark Mahaney, analista financeiro do Citigroup, anunciou aos investidores da Amazon.com os resultados bastante positivos a respeito do desempenho das ações da gigante de vendas pela internet. Entre as previsões otimistas dele para o fechamento de 2009 está um aumento no número de Kindles vendidos: sua estimativa atual seria de 2 milhões de gadgets, contra a previsão anterior, de 1,5 milhão. Mais otimismo? Mahaney acredita que, em 2010, as vendas de Kindles e e-books movimentarão US$1,6 bilhão para a Amazon.

Publicidade

Amazon Kindle DX

Mas, claro, a declaração citada no título deste post foi o que mais chamou a atenção: “O Kindle definitivamente se estabeleceu como o iPod do mundo dos livros.” Será? Vejamos as semelhanças:

  • Ambos eram brancos em sua primeira versão — mas o primeiro Kindle… aaargh! Meus olhos.
  • Ambos foram endossados por grandes nomes do setor — o iPod, por quem faz música; o Kindle, por quem devora livros (como Oprah Winfrey e sua biblioteca de autoajuda).
  • Ambos custam um pouco mais do que parece que deveriam e servem, basicamente, pra uma coisa apenas — o que pode ser algo bom.
  • Ambos estão atrelados a uma loja online — mas as rédeas do Kindle são mais acochadas que as do iPod.
  • Ambos puseram a concorrência pra se mexer, depois de décadas de estagnação.
  • Ambos parecem coisa de ficção científica.
  • Ambos sofrem revisões que fazem a versão anterior parecer um relógio de sol — e, ocasionalmente, o preço sobe (bastante).

Hmm… Parece que o cara falou algo certo! Resta saber se a Amazon vai saber inovar e acionar um bom Campo de Distorção da Realidade® para o Kindle seguir os passos do iPod ou (o que seria melhor ainda) nos surpreender e fazer dele um gadget apaixonante e sexy.

[via Barrons.com]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Panic está em busca de interessados para testar futura versão do Transmit

Próximo Artigo

Esteja avisado: Molinker volta à App Store como ShiningWorks

Posts Relacionados