O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Nokia quer banir produtos da Apple, acusa-a de múltiplas violações e espera batê-la até 2011

Nokia contra Apple

Na semana passada, a Nokia entrou com um novo processo contra a Apple, acusando-a de violar algumas de suas patentes não só em iPhones, mas também em diversos modelos de Macs e iPods. Agora, a empresa quer que a ITC (International Trade Comission) bana importações de iPhones, iPods e MacBooks na Europa e nos Estados Unidos.

Publicidade

Nokia contra Apple

Dentre as patentes nomeadas pela Nokia em seu processo, estão: VCO with Programmable Output Power (2004), Mobile Communication Device and Related Construction Method (2004), Optimized Camera Sensor Architecture for a Mobile Telephone (2005), Communications Device with Touch Sensitive Screen (2003), Mobile Station with Touch Input Having Automatic Symbol Magnification Function (2000), Utilizing the Contents of a Message (2001) e User Interface Device (2005).

Uma requisição como esta, se bem fundamentada, pode de fato ser rapidamente atendida pela ITC, porém estamos falando de uma briga de gigantes aqui. A Apple também dispõe de um acervo de patentes e invenções gigantesco, e pode usar-se dele para contra-atacar sua rival no segmento de telefonia móvel. Algo me diz que essa história não se desenrolará tão rápido.

Publicidade

Independentemente do resultado da disputa judicial corrente, Rick Simonson, chefe do departamento de celulares da Nokia, cedeu recentemente uma entrevista ao India Times na qual apostou que a fabricante finlandesa superará Apple e Research In Motion (RIM) no mercado de smartphones até 2011. Parece meio difícil acreditar nisso hoje, mas vale lembrar que a Nokia ainda é a número um do mundo em telefonia móvel no geral. No mínimo, fico contente em ver que ela está se preparando para ao menos tentar combater suas principais concorrentes.

[via Engadget]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

iPhone de quarta geração finalmente deverá incorporar Wi-Fi 802.11n

Próximo Artigo

Apple resolve conflito de marca relacionado ao iPhone na China

Posts Relacionados