O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Depois de muito tempo, Mac mini volta a ser sucesso de vendas para a Apple

Tudo bem que o iMac atraiu todas as atenções da mídia na sua última revisão, lançada em outubro, mas quem também está contribuindo para as vendas de desktops da Apple subirem de um jeito que não se via há muito tempo é o Mac mini, uma máquina que já chegou a ser considerada “descontinuada”, por pessoas com fontes sobre o assunto. Junto do iMac, o pequeno desktop fez as vendas da Apple no setor subirem 74%, segundo dados recentes do NPD.

Publicidade

Hoje, o Mac mini pode ser adquirido em configurações relativamente boas para quem quer usá-lo como um desktop comum — perfeito como primeiro Mac — ou como media center, uma dica de uso criativa que muitos dos nossos leitores adotam. Na Apple Online Store Brasil, o modelo mais barato custa R$2.000 e vem com 2GB de RAM, 160GB de HD e processador dual-core de 2,26GHz, enquanto o “topo de linha” vem com 4GB de RAM, 320GB de HD e um processador semelhante de 2,53GHz.

Entretanto, um dos grandes destaques da Apple relacionados ao Mac mini não está acessível ainda para consumidores brasileiros: trata-se da sua edição server, que traz um segundo HD no lugar do SuperDrive e oferece 1TB de armazenamento em duas unidades de 500GB cada, sem falar no Mac OS X Server 10.6 Snow Leopard como sistema operacional. Uma análise feita pelo NPD em conjunto com o AppleInsider comprova que o pequeno desktop configurado como servidor é a máquina corporativa mais barata existente no mercado, inclusive comparada com soluções bem menos velozes rodando Windows:

Por US$1.000, usuários corporativos podem adquirir um servidor com tudo de que precisam para colocá-lo em operação para suportar um número ilimitado de usuários — embora tenham de lidar com as restrições do processamento, é bom lembrar. Entretanto, a tabela acima mostra que as soluções de hardware corporativo com baixo custo existentes fora do ecossistema Mac custam pelo menos US$2.910, quase três vezes mais — e não suportam mais do que 75 usuários.

Com uma oferta dessas, o NPD acredita que investir no Mac como solução corporativa para pequenas empresas se tornará uma boa recomendação no futuro, a depender das tarefas e aplicativos executados. É estranho ver que a edição server do Mac mini não está disponível para compra no Brasil, mas, de qualquer forma, o pequeno desktop continua sendo a melhor forma de atrair usuários para o sistema da Apple com o menor preço possível.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Brincadeira de Natal vira coisa séria: é lançado o site Free App a Day [atualizado]

Próximo Artigo
Caixa do iWork

Apple estaria trabalhando em versão multi-touch da suíte iWork, com gestos complexos

Posts Relacionados