O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Produção limitada de telas OLED indica que iTablet poderá ter uma LCD convencional

Há alguns dias, surgiu o rumor de que a Apple teria adquirido uma “avalanche” de telas LCD e OLED de 10,1 polegadas, dando a entender que os componentes equipariam a iTablet. Hoje, porém, o Ars Technica conversou com Barry Young, diretor da OLED Association, que praticamente eliminou as possibilidades de o boato ser verdadeiro.

Publicidade

De acordo com Barry, não existe hoje uma fornecedora de touchscreens OLED (dizemos “AMOLED” para OLEDs com matriz ativa) com uma produção sequer parecida com o que vemos em LCDs, já coberta atualmente por múltiplas fabricantes. Um pedido de telas OLED de 10,1″ da magnitude que se espera da Apple teria que ser algo bastante específico, e muito provavelmente não teria como ser atendido agora.

A Samsung é a única fabricante hoje em dia que possui um nível de produção razoável de OLEDs, mas ainda assim é limitada a 150 mil unidades por mês (a gigante LG, por exemplo, só consegue produzir um quinto disso). O número por si só já seria pouco para a Apple, e isso considerando que a Samsung dispensasse todos os seus atuais parceiros — dos quais já tem dificuldade de atender à elevada demanda.

Publicidade

Diante de todas essas informações, a conclusão a que se chega é que a iSlate deverá utilizar, ao menos em sua primeira geração, uma LCD convencional. Isso não só evitaria que a Apple enfrentasse dificuldades de produção, como também barateará bastante a fabricação do produto.

Isso nada tem a ver com o fornecimento de OLEDs para dispositivos portáteis, porém. O foco dessas fabricantes hoje é atender à demanda principalmente por telas AMOLED de 3,5 a 4,5 polegadas — ou seja, quem sabe vejamos uma dessas chegando ao iPhone de quarta geração.
🙂

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Grand Theft Auto: Chinatown Wars finalmente chega à iPhone App Store

Próximo Artigo

Simulações com aplicativos científicos comprovam enorme aumento de desempenho usando OpenCL

Posts Relacionados