O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Patentes da Apple: câmera, tela iluminada por LED, headset Bluetooth e criptografia caótica

O site Patently Apple revelou ontem duas patentes interessantes da Maçã, que cobrem métodos para ajustar o foco em gravações de vídeo e o uso de LEDs para iluminar as telas de gadgets.

Publicidade

No primeiro documento, intitulado “Aparato de captura de imagens dotado de tela sensível ao toque para fazer ajustes de câmera”, inúmeras formas de operar um aparelho portátil gravador de vídeo são descritas, sendo uma delas o emprego de diferentes tipos de toque na tela. Assim como atualmente o iPhone 3GS conta com o recurso Tap to Focus, futuras iterações do sistema poderão trazer formas simples de ajustar foco, abertura de obturador e zoom, apenas com a touchscreen. A imagem ao lado ilustra o processo de tirar uma foto ou gravar um vídeo, mas note o detalhe de que o aparelho representado não tem alto-falante na porção superior (será esse um iPod touch com câmera?).

O segundo registro de patente, “Sincronização de driver de iluminação traseira com LED e redução de força”, se refere ao uso de LEDs para retroiluminar painéis de LCD. É interessante notar que a imagem ao lado traz o que parece ser um diagrama (tosco) de um iPod: apesar de o iPad, lançado quarta-feira, contar com uma tela iluminada por LEDs, assim como toda a linha de Macs, o mesmo não pode ser dito dos tocadores de música e comunicadores wireless da Maçã.

Um registro adicional visa evitar efeitos indesejados na aplicação de LEDs, como flickering, que ocorre quando os diodos não operam numa frequência adequada ao LCD. A solução estaria em aplicar várias faixas de LEDs funcionando a uma frequência superior à do painel LCD. Foi dada entrada também num documento que registra métodos para uma tela detectar objetos próximos a ela através de sensores ópticos.

Um registro encontrado pelo AppleInsider demonstra a possibilidade de a Apple ressuscitar o fone Bluetooth que fora lançado com o iPhone original, em 2007, mas numa versão substancialmente mais inteligente. O novo aparato seria dotado de um acelerômetro e, dependendo de sua orientação, poderia adequar botões de aumentar/diminuir volume ou até mesmo entrar em repouso.

Por fim, uma patente descoberta pelo Macsimum News se refere a software: métodos de criptografia avançados baseados em dinâmicas caóticas. Numa possível aplicação do invento, o sistema caótico seria baseado em representações matemáticas do problema físico dos n corpos, cujas variáveis-chave seriam apenas de conhecimento do remetente e poderiam ser usadas no processo de criptografia para gerar uma chave pública. Acho (a coisa é complexa!).

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Google lança utilitário para upload de mensagens do Mail para o Apps

Próximo Artigo
Mac OS X 10.6 Snow Leopard num MacBook Pro

MyStore anuncia promoção relâmpago para venda de MacBook Pro com multi-funcional

Posts Relacionados