O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iPad não trará aplicativo iBooks por padrão

Leitor de ebooks e cliente para acesso à nova iBookstore, da Apple, deverá ser comprado na App Store através do dispositivo.

Até agora, quase todo mundo que ouviu falar do iPad estava se referindo ao gadget como um leitor de ebooks — embora ele seja capaz de fazer muita coisa além disso —, mas, por mais estranho que isso possa parecer, a sua concepção padrão não incluirá o necessário para cumprir essa tarefa. Explico: o iBooks e a iBookstore, novidades anunciadas por Steve Jobs para concorrer com a Amazon.com e o seu Kindle, não são integrados ao dispositivo e deverão ser obtidos a partir de um aplicativo gratuito que será lançado na App Store.

Publicidade

Bom, digamos que isso já tenha sido esclarecido pela Apple em seu site. Na edição norte-americana, é possível encontrar a seguinte nota sobre o iBooks:

O aplicativo iBooks é uma ótima maneira nova de ler e comprar livros. Faça o download do aplicativo gratuito na App Store e compre tudo, desde clássicos a best-sellers, a partir da iBookstore integrada.

O iBooks não será o único produto da Apple na App Store com exclusividade ao iPad, pois também estarão disponíveis para compra as versões especiais do Keynote, Pages e Numbers. Não se sabe o motivo pelo qual a Apple decidiu distribuí-lo dessa forma, mas acredita-se que ela poderá aprimorá-lo de uma forma mais frequente do que com updates de sistema.

Publicidade

Ademais, isso também dá oportunidade de escolha para os usuários, visto que muita gente já deve ter os seus próprios ebooks adquiridos através de outros produtos, como Stanza ou próprio cliente da Amazon para a Kindle Store, entre outros. No entanto, isso tudo ajuda a ressaltar que a iBookstore não poderá ser acessada de todos os países onde o iPad será vendido — começando apenas com os Estados Unidos, pelo jeito.

No final das contas, os apps realmente integrados ao iPad são o Calendar, Contacts, Notes, Maps, Videos, YouTube, iTunes, App Store, Settings, Safari, Mail, Photos e o iPod. Taí o motivo para as pessoas já poderem considerá-lo um “iPod touch gigante”… 😛

[via Daring Fireball]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Rumor: Apple poderá experimentar vender shows de TV por US$1 no lançamento do iPad

Próximo Artigo

Suíte de produtividade OpenOffice.org chega à versão 3.2

Posts Relacionados