O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Nerdgasm! Os dois primeiros Final Fantasies chegaram à iPhone App Store!

Finalmente! Chegaram à loja de aplicativos móveis da Apple os dois primeiros jogos da longa e prolífica série de RPGs da Square Enix (aka Squaresoft): Final Fantasy I (72,1MB) e Final Fantasy II (143MB) já estão disponíveis para compra, ambos por US$9, compatíveis com iPhones/iPods touch com firmware 3.0 ou superior. A pergunta que fica é: vale o investimento? Eu digo que “depende”.

Publicidade

Se você for um fã de role playing games à moda antiga, com batalhas em turnos, controladas via menus, e não se incomoda com um enredo meio clichê ou com horas de lutas repetitivas para ganhar níveis/acumular ouro, estes dois games são um presente dos céus. E não se engane: isso pode ser divertido! (Pelo menos eu achava…) Por outro lado, se seu primeiro RPG já foi da era de superproduções mais que cinematográficas (pós-PlayStation) ou, pior ainda, se você só curte jogos de ação, passe longe.

Para os que gostam de saudosismo mas não querem vilipendiar seus olhos e ouvidos, a Square teve o cuidado de regravar os temas originais da série e melhorar os gráficos quando lançara ambos para o PSP. As versões para iPhone OS estão idênticas às do portátil da Sony, bem no nível de Final Fantasy VI (na minha opinião, o ápice artístico do Super Nintendo).

Publicidade
[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=7k0V4Zk4Nqs[/youtube]

Apesar de terem um visual “16 bits”, os enredos originais deixam a desejar em termos de complexidade, reviravoltas, triângulos amorosos ou cenas emotivas: seria preciso ainda muito tempo para a Square começar a acertar nos textos, fugindo dos clichês. Há, ainda, duas dungeons extras em cada jogo — “Soul of Chaos” e “Labirynth of Time” em FFI, e “Soul of Rebirth” e “Arcane Labirynth” em FFII.

Os controles são inteiramente feitos pela tela: nas batalhas e nos menus, tudo é selecionado com toques diretos, enquanto nos mapas o seu personagem é controlado via botões virtuais. Por não serem jogos de ação rápida, o sistema é mais que válido, ainda que não seja perfeito. Vale ressaltar, ainda, que FFI segue a receita tradicional de RPGs em termos de níveis (você luta, ganha experiência e fica mais forte quando passa de nível) e andamento de enredo (vá a lugar x, fale com personagem y, repita…), enquanto FFII traz fórmulas menos prosaicas. Por exemplo, quanto mais você usa uma habilidade em combate, mais ela se desenvolve; em termos de história, você pode escolher palavras-chave para conversar com personagens, o que pode levar a horas de tentativa-e-erro para descobrir aonde ir e com quem falar sobre o quê. 😛

Publicidade

Tomara que estes dois sejam apenas os primeiros de muitos ports da Square para iPhone OS! De uma coisa você pode ter certeza: se FFVI chegar à App Store, eu vou morrer de alegria (ou de raiva, pois não estará na loja brasileira).

[via Touch Arcade]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Logo do Distimo Report

Distimo analisa games nas principais plataformas móveis em seu relatório de janeiro de 2010

Próximo Artigo

Patente da Apple sugere uso de gestos sobre lente de câmera para controlar funções em iPhones

Posts Relacionados