O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

A tablet da Apple se chama “iPad”, mas ainda atende por “iSlate”

Faça o seguinte experimento: vá ao Apple.com e use a caixa de busca, no canto superior direito da página, para procurar por… “Zezinho”. Nada aparece, certo? Certo, pois não existe nenhum produto ou serviço da Maçã que se contenha esse termo. Da mesma forma, “iSlate” não corresponde a nenhum produto ou serviço existente (apesar iSlate.com de ter sido registrado e transferido para um “laranja”). Ergo, nada deveria aparecer como resultado da busca.

Publicidade

Mas aparece, e o TechCrunch investigou esse fato curioso, para checar se ele seria mera coincidência ou se por trás disso haveria planos de usar a marca futuramente.

Só que a navalha de Occam parece ter triunfado mais uma vez. Pensemos: o link sugerido na busca do Apple.com aponta para a página do iPad. “iPad” era uma marca da Fujitsu, até pouco tempo atrás (não é mais). Contudo, só por via das dúvidas, “iSlate” seria um bom “Plano B”, tendo sido mantida a associação no banco de dados do site.

Publicidade

Ou, para evitar confusão e aumentar as chances de um consumidor perdido não saber que o iPad se chama “iPad”, o termo teria ficado como um farol para guiar os desorientados. Tanto é que, se você procurar por “tablet”…

Aí está, Q.E.D., como o iPad é direcionado para quem não entende de computadores nem se liga em notícias do mundo da tecnologia. 😛

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

X-Card Trick, mais um jogo de mágica para iPhones/iPods touch que impressiona

Próximo Artigo
Safari no iPad — Sem Flash

Finalmente, consegui entender o porquê de tanto choro pela falta de Flash no iPad

Posts Relacionados