Analistas divergem em opiniões sobre a repercussão e importância da plataforma iAd

Steve Jobs apresentando iAd

O rumor apareceu pela primeira vez no final de março e ontem, na apresentação do iPhone OS 4.0, foi oficializado pela Apple. Junto com a nova versão do seu sistema operacional móvel, a firma de Cupertino lançou uma nova e “revolucionária” plataforma de propaganda, chamada iAd.

Publicidade

Steve Jobs apresentando iAd

De ontem pra hoje, analistas e investidores digeriram o bombardeio de informações e teceram opiniões variadas e opostas em relação ao iAd. Uns acreditam que seu impacto será “ínfimo”, enquanto outros apostam numa oportunidade bilionária para a Apple. Confira o resumão compilado pelo Wall Street Journal.

Como Steve Jobs explicou na keynote de ontem, a Apple venderá e hospedará as peças publicitárias veiculadas em apps de terceiros, ficando com 40% das receitas geradas por eles. O resto vai para o desenvolvedor.

Publicidade

Em uma coisa, porém, todos concordam: o iAd é *mais um* (contra-)ataque direto da Apple contra o Google.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…