O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple já considerou o uso de telas AMOLED em iPhones

Uma entrevista feita pelo DigiTimes com um especialista no fornecimento de componentes para aparelhos fabricados na Ásia diz que a Apple já chegou a considerar telas AMOLED para iPhones, o que poderia ter feito o seu atual modelo 3GS exibir pixels de uma forma semelhante ao Nexus One (do Google), que possui um display desta tecnologia. O artigo indica que a turma de Steve Jobs teria procurado a Samsung para fornecer esse modelo de tela, mas não teria se interessado pela proposta de produção e pelos seus recursos.

Publicidade

A produção de AMOLEDs pela Samsung há quase um ano faria com que o número de iPhones fabricados pela Apple ficasse bem abaixo do que o necessário para suprir a demanda, o que levaria a uma queda de até 50% no seu estoque global em relação aos dias atuais — lembrando que, em junho de 2009, a Apple já vendia seu smartphone em 80 países. Como se isso não bastasse, o valor delas deixaria os aparelhos menos acessíveis aos usuários, embora o custo de produção de AMOLEDs já tenha diminuído em relação ao ano passado.

Hoje em dia, tais telas já podem ser adquiridas por US$38, sendo usados em outros aparelhos da HTC e até da própria Samsung. Porém, a Apple deverá usar um tipo especial de display no seu próximo aparelho com tecnologia IPS (similar ao do iPad, para maior qualidade de cor e imagem), que, apesar de não ser tecnologicamente mais avançado do que uma tela AMOLED, pode ser adquirido por apenas US$20 a unidade — e quem possui um iPad ou iMac sabe dos resultados que ele pode proporcionar.

Com relação a isso, vale ressaltar que a rejeição das telas da Samsung pela Apple também não foi uma decisão baseada apenas em quantidade, mas também em qualidade. Alguns dos smartphones com Android produzidos com AMOLEDs não deixam textos tão legíveis para os usuários quanto nos gadgets da Apple, devido à falta de subpixels para eliminar artefatos capazes de prejudicar a legibilidade.

[via Electronista]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iTunes Store, da Apple

iTunes Store tem agora 28% de todo o mercado de música nos EUA; Amazon empata com Walmart

Próximo Artigo
Logo da AT&T

AT&T confirma para seus empregados que novo iPhone será lançado em junho

Posts Relacionados