O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iAds consomem quantidade considerável de dados ao serem visualizados

Logo do iAd

Alguns dias após o início das operações do iAd nos Estados Unidos, muitos começaram a notar que o consumo de pacotes de dados aumenta significativamente com o download dos conteúdos que vêm dentro deles. E não é à toa, já que se trata de um peso e tanto: estimativas indicam que anúncios como o do Nissan Leaf — mostrado por Steve Jobs na WWDC 2010 — pesam até 5MB.

Publicidade

Para pessoas que supostamente poderão acessar esse tipo de conteúdo em redes de telefonia móvel (cujo consumo de dados é medido da mesma forma que em um taxímetro :-P), tamanhos de download como esses são relativamente grandes. Se cada anúncio “impresso” pelos usuários em seus aparelhos tiver um tamanho similar a esse, quem conta com um pacote básico de dados mesmo nos Estados Unidos será capaz de visualizar apenas 20 deles por mês, podendo até ser forçado a pagar taxas de dados adicionais.

É claro que muitos mal terão se preocupar com isso, mas, para aqueles que irão, dá para pensar em iAds como algo que você praticamente paga para ver — o que é estranho e pode até desmotivar anunciantes, segundo especialistas. Por outro lado, também deve ser notado que nem sempre as pessoas se interessam por publicidade e, embora as propagandas que a Apple está servindo na sua rede sejam “bonitinhas”, elas nunca deixarão de ser propagandas. Ou seja, dê atenção com base em seu bom senso — e por sua conta e risco.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iPads em exposição da Dolce & Gabbana

Dolce & Gabbana comemora 20 anos de linha masculina com exposição recheada de iPads

Próximo Artigo
iPhone bloqueado/fechado/trancado

Reguladores europeus podem forçar Apple a abandonar certas limitações do iOS SDK

Posts Relacionados