O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Polêmica da Apple+Foxconn eleva consideravelmente custos de produção na China

Empregada em fábrica da Apple na China

Não é incomum vermos comentários de leitores reclamando dos nossos sucessivos artigos sobre o que tem acontecido em fábricas da Foxconn na China, afirmando que o que acontece lá não diz respeito a nós. Pois o New York Times fez hoje uma análise apurada sobre a questão e já prevê o que ocorrerá em breve: um aumento considerável nos custos de produção.

Publicidade

Empregada em fábrica da Apple na China

Acontece que toda aquela mamata de “mão de obra barata” na China está, aos poucos, indo pro ralo. Fabricantes como Apple, HP, Dell e muitas outras há anos aproveitam os baixos custos salariais entre trabalhadores chineses para montar seus produtos e, de lá, exportá-los para o resto do mundo.

Com a atenção da mídia mundial focada em casos de envenenamento, suicídios e más condições de trabalho na China, trabalhadores estão se revoltando com as longas jornadas e pressões constantes em seus empregos, enquanto continuam recebendo merrecas em troca (menos de US$1 por hora, na maioria dos casos).

Publicidade

O aumento iminente nesses custos na China pode, portanto, significar aumentos (in)diretos nos preços de produtos que chegam às nossas mãos, aqui no Ocidente — já que a Apple e outras dificilmente serão “bondosas” a ponto de sacrificarem seus lucros para resolver a questão. Até mesmo o yuan está sendo mais valorizado pelo governo chinês.

A médio-longo prazo, é possível que vejamos essas fabricantes inovando em linhas de produção (possivelmente com uso extensivo de máquinas/robôs — mas isso também requer um elevado investimento inicial) ou até mesmo procurando alternativas em outros países e regiões. Isso, quem sabe, seja até uma boa notícia para nós: estaríamos, agora, numa boa posição para receber uma fábrica da Apple em terras tupiniquins?

Nessas horas, vale lembrar das companhias que somente prestam serviços ou são focadas em softwares; estas não são nem um pouco afetadas pela questão. Daí, podemos tirar um grande nome que deve estar pra lá de sorridente vendo tudo isso acontecer: Google. Vocês poderiam citar o Nexus One, é claro, mas este já foi pro beleléu.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Logo do LogMeIn Rescue

LogMeIn Rescue oferece suporte técnico remoto para iPads

Próximo Artigo
Ícone do MobileMe iDisk

MobileMe iDisk ganha versão para iPad e é atualizado no iPhone com multitarefa

Posts Relacionados