O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Crianças + In App Purchases = desastre financeiro pronto pra acontecer

In App Purchase no iPhone OS 3.0

Os gadgets da Apple acabaram se mostrando perfeitos pra jogos, não foi? Veja se uma história destas não corresponde um pouco à realidade: você baixa um app gratuito a pedido do seu filho e passa o iPhone pra ele. É como “silêncio instantâneo”. Só que isso pode virar um pesadelo se o joguinho em questão explorar as In App Purchases — recurso presente no iOS desde a versão 3.0. Imagine que a criança, inocentemente, manda ver e compra tudo o que estiver pela frente sem que a senha da conta na iTunes Store seja pedida nenhuma vez. Quando a conta chegar, você enfarta e solta os cachorros em cima do desenvolvedor responsável pelo jogo.

Publicidade

Aviso: mantenha longe de crianças e animais domésticos.

Foi o que aconteceu com Mike Rohde, que contou uma história como essa no Silicon Alley Insider: seu prejuízo com um app gratuito nas mãos do filhote foi de meros US$190 (ou quase um iPod touch novo pro filho) gastos inteiramente em pérolas virtuais. E Rohde não estava sozinho em seu martírio, tendo descoberto algumas pessoas que relatavam casos de compras feitas sem requisição de senha em jogos gratuitos para iOS (uma dívida chegava a US$880 — isto é, mais de R$1.500!).

Publicidade

Estaria a App Store sendo definitivamente invadida por desenvolvedores inescrupulosos? A resposta, desta vez, é não — e, para o #FAIL de Rohde não ter sido em vão, que ele sirva para aprendermos como evitar desastres similares.

O que aconteceu nesses casos se encaixa perfeitamente na célebre frase “It’s not a bug, it’s a feature” e se chama 1-click®. Acontece que a senha da iTunes Store fica armazenada por um tempo e não é pedida repetidas vezes para compras em sequência. Isso é uma comodidade, mas nesta situação específica de “baixar um app gratuito e passar o iPhone pro pimpolho” permitiu que as In App Purchases ocorressem sem nenhuma participação do adulto dono do gadget (e do cartão de crédito sendo debitado).

Publicidade

Um representante da Apple contatado por Rohde assegurou que compras feitas dentro de apps sempre são precedidas pela requisição da senha, algo que claramente não aconteceu nestes casos e, pelo visto, é lenda. Por via das dúvidas, a solução para esse problema já existe: um controle pra desabilitar In App Purchases, lá na parte de controles parentais do iOS (Settings » General » Restrictions). Lembre de restringir a possibilidade de fazer compras antes de passar o gadget para uma criança que ainda não entenda bem conceitos abstratos como uma compra em um jogo que gasta dinheiro de verdade (às vezes nem eu consigo acreditar que isso existe).

E o que aconteceu com Rohde? Bem, ele teve que pedir desculpas à PlayMesh, desenvolvedora do app Fishies (11,5MB; requer o iOS 3.0 ou superior), algo que devidamente feito em seu blog pessoal. Falta só tanto o artigo do SAI receber essa atualização quanto TUAW retificar o post deles sobre esse caso, pra termos um final feliz de vez.

Em todo caso, #fikdik. 😉

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Cobertura da Skyhook Wireless no Brasil

Skyhook Wireless planeja mapear bases Wi-Fi no Brasil oficialmente; faça a sua parte!

Próximo Artigo

Microsoft continua tentando levar desenvolvedores do iOS para a plataforma Windows Phone

Posts Relacionados