O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Google App Inventor, o SDK para o resto de nós

A briga no mercado de smartphones está começando a se intensificar além dos campos tradicionais: com o anúncio do App Inventor, o Google acaba de levar a rivalidade do Android com o iOS para a área do SDK. Usando um editor simples e prático, a gigante de Mountain View está mirando nos usuários comuns e abrindo as portas do desenvolvimento de apps para quem não tem absolutamente nenhuma noção de programação.

Publicidade
[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=8ADwPLSFeY8[/youtube]

Interessante notar que o Google usou como beta testers crianças de sexta série e alunos de faculdades fora da área de computação. Os exemplos oferecidos na página do projeto também deixam clara a intenção de envolver pessoas que nunca criaram um aplicativo: pelo visto, não será com o App Inventor que você vai desbancar uma ngmoco:) da vida no mercado de jogos, mas pelo menos aplicativos do tipo “aperte um botão para produzir um som” não vão faltar.

O fato de ser um aplicativo gratuito e simples de usar merece palmas: certamente neste ano as feiras de ciências nas escolas vão ficar bem interessantes. Com uma medida simples dessas, meninos e meninas de todas as idades podem começar a se aventurar no mundo da computação e criar livremente, deixando de ser consumidores de conteúdo e passando a ser criadores. Pessoas que nunca se julgaram capazes de conceber um app também terão uma válvula de escape criativa, o que certamente enriquecerá suas vidas.

Recursos do smartphone são representados no App Inventor como blocos de encaixe.

Publicidade

Contudo, como bem destacaram no TechCrunch, ainda não é hora de estourarmos fogos. Assim como o próprio App Inventor, os aplicativos criadores por usuários não hão de ser um primor em beleza ou usabilidade. Assim como editores web do tipo WYSIWYG (“What You See Is What You Get”) abriram as portas do inferno para milhões de sites horrendos escaparem, apps igualmente hediondos vão pipocar por aí.

Da quantidade, porém, poderemos tirar qualidade. Nunca se sabe quando uma dona de casa poderá pegar seu PC e criar um aplicativo matador de finanças. Ou, tomando como exemplo um aplicativo criado por um estudante de enfermagem, dá pra estimar a genialidade de um detector de quedas que manda alertas automaticamente via SMS? Imagine o quanto pessoas idosas e/ou com problemas de locomoção poderiam se beneficiar de algo assim rodando em plano de fundo! (And there’s no app for that.)

Publicidade

Essa medida parece mirar em cheio a plataforma de desenvolvimento da Apple, tendo em vista que o App Inventor traz algumas vantagens para usuários comuns: não depende de um sistema operacional específico, não requer conhecimento em programação e permite que você instale apps em seu smartphone gratuitamente. Apesar de você poder criar apps para iOS livremente usando o SDK gratuito da Apple, é preciso ter um Mac e, se você quiser instalar algo num gadget, será preciso pagar os US$100 anuais do cadastro de desenvolvedores. Para cadastrar-se na fase beta fechada do Android App Inventor, basta preencher um formulário — é necessário ter uma conta no Gmail e, para usar o SDK em si, um aparelho Android conectado via USB. E, só pra relembrar, a iniciativa não é totalmente inédita: lembra do Ares, para webOS? Ele sem dúvida era mais bonito…

Entretanto, uma desvantagem marcante permeia a novidade do Google: será que a dona de casa hipotética que mencionei acima vai querer um Android no lugar de um iPhone? A iniciativa é louvável, mas talvez o Google precise primeiro trabalhar pra tornar os telefones com o sistema dele mais atraentes para usuários comuns. :-/

[via NYTimes.com]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Blu-ray Disc Association comenta opinião de Steve Jobs sobre mídias ópticas de alta capacidade

Próximo Artigo
Macintosh 128K de 1984

Vídeo: fatos e mitos por trás do marketing do Macintosh

Posts Relacionados